Jair Bolsonaro envia dinheiro grosso para estados e municípios.

O presidente Jair Bolsonaro continua enviando dinheiro grosso os estados,para ajudar no enfrentamento da epidemia. O governo gaúcho confirmou o ingresso, ontem, nos cofres do Tesouro do Estado, da segunda parcela do auxílio emergencial do governo federal no valor de R$ 544,3 milhões. Desse total, R$ 487,5 milhões são para uso livre, para amenizar os impactos da arrecadação provocado pelo fechamento das atividades econômicas. O valor de R$ 56,8 milhões precisa ser utilizado com exclusividade no combate ao Covid-19.

Ajuda cobre queda da receita

A ajuda do Governo Federal vai cobrir com folga a queda de receita do Rio Grande do Sul. Só em julho, as projeções da Secretaria da Fazenda apontam para queda de arrecadação de cerca de R$ 375 milhões brutos, segundo cálculos do secretário da Fazenda, Marco Aurelio Cardoso.

Os números da verdade

Ontem, o presidente Jair Bolsonaro alertou que “os números da verdade perseguirão para sempre aqueles que pensaram mais em si do que na vida do próximo”.