Luciano Hang comenta liberação de R$ 2 bilhões do Fundo eleitoral para pagar despesas das eleições.

O empresário Luciano Hang, liderança da Rede Havan, comenta: “O TSE recebeu ontem os R$ 2 bilhões de recursos do fundão, para serem distribuídos entre os partidos políticos e financiar as campanhas eleitorais desse ano. Parece que nossos governantes decidiram que não vale a pena abrir mão desse dinheiro e das eleições para ajudar o povo…”

Governo gaúcho prepara ensino remoto nas escolas.

A implantação das Aulas Remotas na rede estadual de ensino começou. A iniciativa da Secretaria da Educação (Seduc) compõe o modelo híbrido de ensino, que também compreende aulas presenciais, sem data de retorno em razão da pandemia de Covid-19. A ação, que segue ao longo do ano letivo de 2020, proporciona, por meio do Google Classroom, a criação de mais de 37 mil turmas espelhadas e mais de 300 mil ambientes virtuais divididos por componentes curriculares. O projeto ainda oferece internet patrocinada para alunos e professores. Acesse o hotsite clicando aqui.

De acordo com o secretário Faisal Karam, a prioridade à proteção da vida de alunos, professores e funcionários fez com que a Seduc acelerasse a implementação de recursos tecnológicos que assegurarão a continuidade do ano letivo aos alunos da rede estadual de ensino. “

60 milhões já receberam Auxilio Emergencial do Governo Federal.

O governo federal vem conseguindo atender a milhões de cidadãos que se cadastraram pra o auxílio emergencial. Mesmo com as dificuldades de um sistema que há anos não comunicava dados entre órgãos do próprio governo, o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, constata que “chegamos perto de 60 milhões de brasileiros que receberam do Governo Bolsonaro o auxílio emergencial. São 14 lotes de pagamento, com a segurança aperfeiçoada e aprendizado com cada um deles.”

Mais 25 milhões de “invisíveis” ganham benefício

Um dado importante se destaca nestes números: o sistema desenvolvido pelo governo conseguiu incluir até agora no cadastro de benefícios da assistência social milhões de brasileiros que até então nunca haviam sido identificados. Segundo o ministro Onyx, “temos a humildade de reconhecer que o aprendizado é constante, que precisamos de aperfeiçoamento permanente, mas, em menos de 45 dias, conhecemos 25 milhões de brasileiros, que eram invisíveis, que nenhum governo enxergou. Hoje não são mais.”

Recuperados do Covid-19 no Brasil chegam a 40%

O Ministério da Saúde divulgou na noite desta terça-feira (02 de junho) o número de pacientes recuperados da covid-19. Foram liberados 223.638 do total de pacientes diagnosticados com o novo coronavírus. Isso representa 40,3% das pessoas que tiveram a doença. Já os brasileiros que não resistiram representa 5,6% desse montante. Outras 300.546 pessoas, 54,1% do total, continuam em acompanhamento.

Prsidente Jair Bolsonaro confirma: Brasil entra para grupo de países que abrigam lançamento de foguetes

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nas suas redes sociais do Twitter e do Facebook, que o
Brasil entra para grupo de países que abrigam lançamento de foguetes.

“O Brasil acaba de entrar no seleto grupo de nações que abrigam lançamentos de foguetes privados, como os da SpaceX. Após décadas, inicia-se nova fase de desenvolvimento, garantindo bilhões de reais ao país e região de Alcântara /MA”, escreveu.
 Ainda hoje, a Agência Espacial Brasileira (AEB), vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), publicou uma portaria com os requisitos e procedimentos relativos à concessão de licença de operador para execução de atividades espaciais de lançamento em território brasileiro.

Comissão de Ética da Presidência proíbe Moro de advogar por seis meses

A Comissão de Ética da Presidência da República decidiu nesta terça-feira, 2, proibir que o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, advogue por um período de seis meses. Ele, no entanto, foi autorizado a dar aulas e escrever artigos para a imprensa. No período em que durar a proibição, Moro seguirá recebendo o salário de R$ 31 mil, pago aos integrantes do primeiro escalão.

Conavírus: chega a 211 mil o número de curados no Brasil

O número representa 40,1% do total de casos confirmados no país. As informações foram atualizadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde até as 19h desta segunda-feira (01/06)

O Brasil registrou nesta segunda-feira (01/06) o total de 211.080 pessoas curadas do coronavírus. O número representa 40,1% do total de casos confirmados atualmente (526.447). Outras 285.430 pessoas seguem em acompanhamento médico. As informações foram repassadas e atualizadas até às 19h desta segunda (01) pelas Secretarias Estaduais de Saúde de todos os estados brasileiro.

Leia o conteúdo na íntegra em saude.gov.br

Governos do Nordeste pagaram R$ 48 milhões da Saúde, para empresa que vende derivados de maconha.

Desvios de verbas na Saúde: Polícia atrás de empresa que deixou de entregar respiradores a estados do Nordeste
Consórcio de governadores do Nordeste contratou sem licitação, e pagou R$ 48 milhões adiantados por aparelhos que não foram entregues, e recursos não foram devolvidos. Há mandados de busca e de prisão cumpridos em Salvador, Rio, São Paulo e Distrito Federal. A empresa com sede em Sao Paulo, comercializa produtos derivados de maconha.
Operação Ragnork
O volume de casos de corrupção com recursos da Saúde é tão grande,que a polícia da Bahia criou a Operação Ragnork, que faz ações com apoio da Polícia Federal e outros órgaos, de combate a malversão e delitos contra os recursos voltados na área de saúde para enfrentamento da pandemia do covid-19.

Dinheiro da Saúde foi pago a empresas produtoras de maconha

Ontem,Terra comentou na sua conta pessoal do Twitter: “Quanto mais eu rezo, mais assombração…!! Até onde entendi o consórcio dos Governadores do Nordeste, comprou respiradores de empresas produtoras de maconha e derivados, Hempshare e Hempcare que pegaram o dinheiro adiantado e não entregaram …! É isso?!”

Órgãos ambientais do RS mantém fiscalização,adaptando-se à pandemia.

 

Os órgãos responsáveis pela fiscalização ambiental que atuam de forma integrada no Rio Grande do Sul, mantiveram a rotina de trabalho,mediante adaptações para proteção dos servidores durante o periodo da epidemia do coronavírus, Na viatura da Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema), embora o número de integrantes esteja reduzido em até três pessoas, o espaço ainda reserva boas conversas. Na Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam), as ações de fiscalização e atendimentos de emergência ambiental também seguem ocorrendo com medidas extras de segurança.

Juntamente com os materiais de trabalho, nos veículos e na rotina dos trabalhadores, foram incluídos equipamentos de proteção individuais (EPIs): máscaras, luvas, óculos e álcool em gel. O distanciamento social deve ser respeitado tanto no deslocamento, dentro dos veículos, como durante a fiscalização.

Governador Eduardo Leite inicia entendimentos para aprovar lei complementar da Previdência Pública.

Ao dar sequência à agenda de reformas estruturais do Executivo, o governador Eduardo Leite se reuniu, por videoconferência, na manhã desta segunda-feira (1°/6), com deputados estaduais da base aliada. Na pauta, a discussão sobre a proposta de incentivo à migração para a Previdência Complementar com um Benefício Especial e a reestruturação de fundos civis.

“O amplo diálogo e transparência foi um compromisso firmado com os servidores na reforma da Previdência, no ano passado”, iniciou dizendo Leite. “Importante salientar que estamos dando sequência a algo que começou em 2015, quando se criou a Reforma Complementar. Foi um passo importante que o governo anterior deu e que foi chancelado pelos deputados na época, muitos de vocês hoje aqui presentes. Agora, vamos seguir com a reforma que começamos ano passado e que é uma das maiores do Brasil”, acrescentou.

Bolsonaro afirma que Judiciário está jogando país para uma crise institucional

O presidente Jair Bolsonaro publicou  manifestações neste sábado (30) no Twitter, onde listou uma série de notícias publicadas em jornais nas suas edições deste final de semana para afirmar que “tudo aponta para uma crise”. A mensagem cita decisões e manifestações envolvendo o Supremo Tribunal Federal (STF), o Tribunal de Contas da União (TCU) e a Procuradoria-geral da República (PGR).

O primeiro começou citando o envio à PGR de uma manifestação do ministro Celso de Mello, do STF, em que um advogado afirma que o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) cometeu o crime de “incitação à subversão da ordem política ou social”, previsto na Lei de Segurança Nacional.

Prejuízo da Latam no Brasil, chega a R$ 11,5 bilhões.

A Latam, maior grupo de transporte aéreo da América Latina, relatou um prejuízo líquido de US$ 2,120 bilhões (R$ 11,5 bilhões) no primeiro trimestre. O valor é 35 vezes as perdas registradas em igual período de 2019, de US$ 60 milhões ( R$ 325,9 milhões).

Segundo a companhia, o resultado é explicado por uma redução no ganho de capital de US$ 1,729 bilhão (R$ 4,9 bilhões) devido à crise do coronavírus e que, de acordo com a empresa, não afeta o caixa.

No RS, regiões de Uruguaiana e Capão da Canoa retornam à bandeira laranja

Poucas mudanças no modelo gaúcho de  Distanciamento Controlado, implementado no dia 10 de maio, O Estado segue com predominância de regiões em bandeira laranja. No mapa divulgado neste sábado (30/5), 14 regiões apresentaram risco epidemiológico médio para o coronavírus. Com piora em indicadores utilizados para o cálculo, as regiões de Uruguaiana e Capão da Canoa, que haviam passado para a bandeira amarela no levantamento anterior, voltaram a ser classificadas como bandeira laranja.

Pela terceira semana consecutiva, o Rio Grande do Sul permanece sem bandeira vermelha (risco alto) ou preta (risco altíssimo). Para consultar o mapa com a cor de cada cidade, acesse o site https://distanciamentocontrolado.rs.gov.br.

Governo gaúcho garante recursos para a área cultural.

O edital FAC Digital RS, que disponibilizará cerca de R$ 3 milhões para projetos culturais que gerem conteúdo digital, foi lançado nesta sexta-feira (29/5) pela Secretaria da Cultura (Sedac). Realizado a partir de uma parceria inédita entre o Pró-Cultura RS/FAC (Fundo de Apoio à Cultura) e a Universidade Feevale, por meio do Feevale Techpark, o objetivo é gerar oportunidade de trabalho para artistas, técnicos, produtores e fazedores de cultura, estimulando processos criativos e inovadores para conectar as pessoas em ambiente virtual durante o período de isolamento social. O texto foi assinado esta semana pela titular da Sedac, Beatriz Araujo.

Serão contemplados 1.940 projetos no valor de R$ 1,5 mil cada. Eles devem atender às medidas de prevenção à Covid-19 recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OM) e pelo Ministério da Saúde, especialmente no que se refere à impossibilidade de aglomeração de pessoas.

A inscrição deverá ser realizada por meio do formulário disponível em www.procultura.rs.gov.br e www.feevale.br/facdigitalrs, das 10h de 8 de junho até as 10h de 18 de junho. A inscrição ficará limitada a um projeto por CPF. As propostas admitidas serão selecionadas por ordem de inscrição.

Governo gaúcho cria ações de preservação da Mata Atlântica

Para manter o desenvolvimento e o uso sustentável dos recursos naturais, a Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema) e a Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) adotam uma série de ações e iniciativas de manutenção e recuperação de ecossistemas.

Neste ano, foi publicada a Portaria conjunta Sema e Fepam nº 03/2020, que dispõe sobre os critérios e procedimentos para o termo de cooperação entre Estado e municípios para a gestão da flora nativa na Mata Atlântica. O bioma representa 15% do território brasileiro, de acordo com o Ministério do Meio Ambiente. Em 27 de maio, comemora-se o Dia Nacional da Mata Atlântica.

Jandira Fegalli, Benedita, Gleisi Hofmann e Manuela apoiam ação do STF contra apoiadores de Bolsonaro

Expoentes da oposição,e do apoio a Lula, Gleisi Hofmann, Jandira Feghalli, Benedita da Silva e Manuela Davila dentre outras,  manifestaram em suas redes sociais, total apoio o inquérito do STF, conduzido pelo ministro Alexandre Moraes,contra redes sociais de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro.

O inquérito do STF vem sendo considerado ilegal por juristas, por dispensar a participação do Ministério Publico que,pela constituição, conduzir as investigações.

Governo gaúcho prepara cronograma de volta das aulas em junho

Suspensas no Rio Grande do Sul desde 19 de março, as aulas nas redes pública e privada voltarão, a partir de 1º de junho, em modelo de ensino remoto. Consideradas prioridade do plano de retomada das atividades escolares no Estado, as aulas remotas serão oferecidas na rede pública pela plataforma Classroom, do Google for Education, e incluirão a criação de mais de 300 mil ambientes virtuais.

O Executivo garantirá o ensino remoto para todos os níveis da rede pública na modalidade híbrida, com uso de tecnologia e a disponibilização de materiais aos pais ou responsáveis com dificuldade de acesso via internet. “Não deixaremos nenhum aluno para trás. Sabemos que há desafios no ensino remoto quanto ao uso de tecnologias e, nas próximas duas semanas, trabalharemos para alcançar todos os alunos e identificar todas as dificuldades de acesso”, detalhou o governador Eduardo Leite nesta quarta-feira (27/5), em coletiva de imprensa transmitida pelas redes sociais.

Vice-presidente, General Mourão lembra que MP é titular da Ação Penal.

O inquérito das fake News conduzido elo ministro do STF Alexandre Moraes,sem a participação do ministério Publico,mereceu ontem comentário do General Amilton Mourão, vice-presidente da República.
Sem citar o STF, Hamilton Mourão criticou nesta o inquérito tocado pela Corte que investiga fake news.

Em tuíte, o vice-presidente afirmou que compete ao Ministério Pública “a ação penal pública”.

Procurador da República critica inquérito do STF por descumprir Constituição

O Procurador Geral da República Augusto Aras critica o inquérito do STF que exclui a psrticipação do STF, comprometendo a segurança jurídica.

A operação desencadeada pela PF, por determinação do ministro relator Alexandre de Moraes, não teve a participação da Procuradoria-Geral da República (PGR). O Ministério Público Federal (MPF) não acompanha as diligências desse inquérito, instaurado por ordem do presidente do STF, ministro Dias Toffoli.

O inquérito foi aberto, em março de 2018, por meio de portaria, e não a pedido da Procuradoria Geral da República (PGR), como é a praxe. Apesar de incomum, a situação está prevista no Regimento Interno do Supremo, mas gerou muitas críticas.

O procurador-geral da República, Augusto Aras, pediu que o Supremo Tribunal Federal (STF) suspenda o inquérito que investiga uma a suspeita de existência de uma organização criminosa responsável por uma campanha de ódio e fake news nas redes sociais. O inquérito resultou em 29 buscas e apreensões pela Polícia Federal (PF). Os alvos são apoiadores do presidente Jair Bolsonaro,

Em reuniao com prefeitos da fronteira oeste,governador gaúcho valoriza ações dos municipios.

O governador Eduardo Leite se reuniu, na tarde de segunda-feira (25/5), via videoconferência, com prefeitos da região da Fronteira Oeste do Estado. Eles apresentaram demandas relacionadas à saúde, segurança e educação.

Leite lembrou que, neste momento de enfrentamento à pandemia de coronavírus, o papel do prefeito é fundamental. “É a autoridade local que acompanha a rotina das comunidades e sabe como tomar providências para que a população esteja protegida. Como não há como imunizarmos as pessoas, é necessário o cumprimento de regras e de critérios até que tenhamos uma vacina”, disse o governador.

Porto do Rio Grande tem aumento expressivo no volume de cargas

Uma boa noticia n área de logistica do Rio Grande do Sul.  transporte de cargas nos três portos do Estado – Porto Alegre, Pelotas e Rio Grande – registrou crescimento de 4,89% em volume de janeiro a abril deste ano comparado com igual período de 2019. A movimentação somou 11,9 milhões de toneladas. Os dados foram divulgados pela Superintendência dos Portos do RS nesta terça-feira (26/5).

O resultado positivo foi puxado pelas exportações de soja no porto do Rio Grande, que teve aumento de 67,42% em relação ao mesmo quadrimestre do ano passado, alcançando pouco mais de 3 milhões de toneladas. Somente em abril foram embarcadas cerca de 1,6 milhão de toneladas do grão.

No Amazonas continua a  investigação da compra de respiradores na casa de vinhos importados.

Continua a investigação sobre a compra pelo governador Wilson Lima (PSL)  do Amazonas por R$ 2,9 milhões a uma loja de vinhos, por 28 ventiladores pulmonares para tratar de infectados pelo novo coronavírus. O valor unitário equivale a até quatro vezes o preço do aparelho visto em lojas no Brasil e no exterior, e os equipamentos são considerados “inadequados” para pacientes de covid-19, segundo o Conselho Regional de Medicina do Amazonas (Cremam). A compra foi feita em 8 de abril, com dispensa de licitação, e foi questionada pelo Ministério Público de Contas. Foram comprados 24 ventiladores da marca Resmed por R$ 104,4 mil cada. O mesmo aparelho é vendido por cerca de R$ 25 mil por revendedores nacionais e do exterior.