Osmar Terra diz que “a quarentena e o lockdown fracassaram”.

O médico e deputado federal Osmar Terra (MDB) comenta declaração do governador do Rio Grande do Sul Eduardo de Leite, preocupado com o aumento de casos , e os próximos 15 dias em relação aos contágios do coronavirus. “Há 90 dias o Governador vem dizendo isso; a quarentena e o lockdown fracassaram no Rio Grande do Sul”. Para Terra, “o estado fracassou em prevenir o surto da epidemia. Tem que mudar o discurso. Vamos substituir a quarentena pela testagem maciça da população,como fez a Coreia com muito sucesso”.

Quando termina a epidemia?

Segundo o deputado gaúcho, “existe um debate importante nesta questão da epidemia do Coronavirus, que é sobre que momento estamos,e quando é que ela termina. E eu sempre disse,desde o inicio, que esta epidemia ia ser como as outras todas, com uma curva desde o início com aumento rápido de casos, até começar a terminar o número de casos, e uma curva de 13 ou 14 semanas. Todas são assim. A do H1N1 foi assim,a da Gripe Espanhola foi assim, a Gripe Asiática foi assim, a Gripe Hong Kong foi assim,e a própria epidemia do Coronavirus na China, uma curva com 11 semanas, inclusive,de duração”.

Caindo casos no País

Terra comenta que “no Ceará,no Rio de Janeiro, a própria Rede Globo relata a queda do número de casos. Isso também está acontecendo em Manaus, Belém, São Luis do Maranhão, em Pernambuco,está diminuindo o número de casos rapidamente. No Norte-Nordeste,no Rio e São Pulo, temos já uma visão clara da queda da curva, da epidemia diminuindo rapidamente. Isso pode levar até mais uma semana ou duas, mas está acontecendo”.

E no Sul,o que acontece?

Em relação ao Sul do País, Osmar Terra tem um explicação: “ainda existe um brote epidêmico localizado na Região Sul. Em função do inverno, circulou muito pouco virus na região Sul e na região centro-Oeste também. Em todo esse tempo houve um circulação muito pequena do virus, e agora com o frio, tem aumentado o número de casos. Não vai ser um número como foi em São Paulo, no Rio, no Nordeste ou Norte do país, mas vai ter um aumento de casos temporário,e depois vai refluir também, pois nem toda população é suscetivel ao virus.” Ele aponta estudos aprofundados feitos em diversos países na Europa, indicando que “mais da metade da população tem imunidade natural,não pega esse virus. Aí a outra parte da população que pega esse virus, quando chega a 50% de uma determinada localidade que tenha a epidemia,ela para de crescer, começa a cair,e termina a epidemia.”

Parar de assustar a população

Osmar Terra critica o fato de que “o tempo todo se assustou muito a população sem explicar nada. Eu tenho procurado informar para não assustar. Temos que substituir todos estes programas, de flexibilização, bandeiras para tudo que é lado, por programas de testagem e cuidados indivduais,protocolos no comércio,na indústria, na escola e na casa, e com isso nós poderemos voltar a uma vida normal.”

O alerta do ministro Onyx: fome,miséria e desemprego

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni disse ontem, no ato oficial onde foi anunciada a prorrogação do beneficio do auxilio Emergencial: “o que o presidente sempre pediu e foi agredido por isso,é que houvesse equilíbrio entre cuidado com a saúde,a preservação da vida,a preservação dos grupos mais vulneráveis,mas nunca esquecer que a fome, a miséria e o desemprego, mataram mais na América Latina nas últimas duas décadas,do que qualquer epidemia”.
A MP ampliava as possibilidades de contratação temporária, sem precisar de concurso público, e incluía ex-servidores na lista de trabalhadores que poderiam ser admitidos por processo seletivo simplificado

Jair Bolsonaro na AMAN,em 2014

O presidente Jair Bolsonaro postou ontem na sua conta do Facebook, vídeo de uma visita realizada à AMAN (Academia Nacional das Agulhas Negras) em 29 de novembro de 2014 , quando afirmou que iria disputar a presidência da República em 2018. Na oportunidade, Bolsonaro disse aos cadetes, que como deputado federal, “há 24 anos eu apanho como um desgraçado em Brasília. Mas eu apanho de bandidos. E apanhar de bandido é motivo de orgulho e de glória.”

Lei sancionada por Jair Bolsonaro da doação de alimentos, teve texto do deputado gaúcho Giovani Cherini

A lei sancionada pelo presidene Jair Bolsonaro, (Lei nº 14.016/2020), que autoriza a doação, a pessoas em situação de vulnerabilidade, de alimentos não comercializados por supermercados, restaurantes e outros estabelecimentos, teve origem no texto do relator da proposta na Câmara,o deputado federal gaúcho Govani Cherini (PL) .

“População carente não precisa mais buscar comida no lixo”

Cherini disse à coluna, que “a lei 14.016 é um grande passo para que a população mais carente não precise buscar comida no lixo, ao mesmo tempo que diminui o desperdício nos estabelecimentos comerciais fornecedores de produtos alimentícios. São mais de 10 milhões de pessoas passando fome no Brasil. E os restaurantes, bares e supermercados proibidos de fazerem doações daquilo que sobra”, disse o deputado.

Governo gaúcho destina respiradores para hospitais de Erechim, Santa Maria, Vacaria e Tramandaí.

A Secretaria da Saúde (SES) definiu o destino de mais 23 respiradores, dos 140 enviados pelo Ministério da Saúde. Foram contemplados os seguintes hospitais:

• Santa Terezinha, de Erechim, com 5 respiradores;
• Regional de Santa Maria, com 10 respiradores;
• Nossa Senhora da Oliveira, de Vacaria, com três respiradores;
• Hospital de Tramandaí, com cinco respiradores.

No total já foram destinados 135 respiradores desse lote, distribuídos em 22 hospitais. Esta nova entrega faz parte do processo de ampliação do número de leitos de UTI adulto destinados ao atendimento da Covid-19 pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Em decisões sobre o mesmo tema, STF proíbe Jair Bolsonaro,e autoriza Rodrigo Maia fazer nomeaçoes.

O STF não pode interferir no livre provimento de cargos pelo presidente da Câmara dos Deputados, decidiu o ministro Celso de Mello, ao negar pedido de medida liminar formulado por 10 deputados federais do Partido Social Liberal (PSL) contra a nomeação, pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), da deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) para o cargo de secretária de Comunicação Social da Casa. O órgão é responsável pela divulgação dos trabalhos parlamentares. Os parlamentares sustentaram que a nomeação da deputada para o cargo configura desvio de finalidade, pois teria como objetivo capturar a política de comunicação da Câmara para empregá-la “em prejuízo de adversários políticos”. A decisão foi proferida no Mandado de Segurança (MS) 37196.

Para Jair Bolsonaro, STF não valeu

Para o Presidente Jair Bolsonaro, a mesma regra não valeu. Em 29 de abril, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF) ignorou o direito do livre provimento de cargos atribuído ao presidente da República e deferiu medida liminar para suspender o decreto de nomeação de Alexandre Ramagem para o cargo de diretor-geral da Polícia Federal. A decisão deu-se no no Mandado de Segurança (MS) 37097, impetrado pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT).

Fraudadores do auxílio emergencial terão de se explicar ao MPF

O plenário do Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou o envio do nome dos fraudadores do auxílio emergencial para o Ministério Público Federal.

As pessoas que fraudaram o auxílio emergencial, para receber irregularmente a ajuda de R$ 600 por mês durante a pandemia, devem virar algo de investigação do Ministério Público Federal. Segundo Bruno Dantas, ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), o plenário do órgão aprovou, nesta quarta-feira (1/7), o envio do nome dos fraudadores para o MPF.
“O Plenário do @TCUoficial acaba de determinar que os NOMES dos espertalhões que FRAUDARAM o auxílio emergencial de R$ 600 sejam encaminhados ao  @MPF_PGR para avaliação de suas responsabilidades no âmbito penal”, escreveu Dantas no Twitter.

Governo gaúcho atende regiões atingidas pelo vendaval.

Cerca de 1 mil pessoas e 800 residências foram afetadas por chuva, vento forte e queda de granizo nas últimas 48 horas no Estado. Iraí, Cacique Doble, Barracão, Vacaria e Capão Bonito do Sul foram os municípios mais atingidos até a manhã desta quarta-feira (1°/7).

O governador Eduardo Leite e coordenador da Defesa Civil e chefe da Casa Militar, coronel Júlio César Rocha Lopes, fizeram uma transmissão ao vivo pelas redes sociais na manhã desta quarta (1) para atualizar a população a respeito das consequências do ciclone extratropical que passa pelo Rio Grande do Sul.

“Estamos atuando, monitorando e acompanhando a situação para reduzir os transtornos causados à população em decorrência do ciclone. Todas as equipes da Defesa Civil estão mobilizadas e, além disso, a CEEE trabalha no restabelecimento da energia elétrica e o Daer (Departamento Autônomo de Estradas e Rodagem) faz as intervenções necessárias onde há interrupção de rodovias”, detalhou o governador.

Jornalista Oswaldo Eustáquio tem prisão prorrogada no inquérito sigiloso do STF.

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, decidiu prorrogar, por mais cinco dias, a prisão do blogueiro Oswaldo Eustáquio, acusado de publicar textos com ataques contra as instituições. Preso desde a última sexta-feira (26) na sede da Polícia Federal no Mato Grosso do Sul, em uma sala de Estado Maior o jornalista Oswaldo Eustaquio está à disposição do ministro Alexandre de Moraes, titular das ações do Inquérito 4781. O advogado Elias Mattar Assad, um dos mais renomados advogados criminalistas do país, confirmou ter assumido a defesa do jornalista Oswaldo Eustáquio.

Sem acesso aos autos

O advogado Elias Assad manifestou porém que ele e sua equipe,ainda não conseguiram acesso aos autos do inquérito conduzido pelo ministro Alexandre de Moraes:
“Não obstante todo o esforço destes patronos em buscar acesso aos autos do inquérito como forma de subsidiar a Ampla Defesa de seu cliente, até o presente momento não foi conferido acesso aos autos. Não tendo havido acesso ao inquérito e, correndo este em Segredo de Justiça, até o presente momento não há informações claras a respeito dos fundamentos e motivos da prisão do Jornalista”.

Anderson Correa, Reitor do ITA, cotado pra o MEC

O mais cotado para comandar o cargo de Ministro da Educação, é o professor e reitor do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), Anderson Ribeiro Correia. Ele é ex-presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Foi integrante do Conselho Deliberativo e é atual pesquisador do CNPQ, nível 1B. Atuou na equipe de transição entre os governos Temer e Bolsonaro, na área de educação. Também constam no páreo o nome do assessor especial do MEC, Sérgio Sant’Anna, aliado de Abraham Weintraub; o do secretário nacional de Alfabetização, Carlos Nadalim; o do secretário estadual de Educação do Paraná, Renato Feder, e Ilona Becskeházy.

Decotelli entrega carta de demissão e deixa o MEC sem tomar posse

Durou cinco dias  a passagem de Carlos Alberto Decotelli da Silva como ministro da Educação. Com várias inconsistências no currículo, o economista e professor foi pressionado pelo governo federal a pedir demissão cinco dias após a nomeação dele. O presidente Jair Bolsonaro queria evitar a exoneração pelo receio da repercussão por se tratar do primeiro ministro negro da gestão dele.

MP que permitia contratação de servidores aposentados perde validade

Desde hoje (30 de junho), o governo não pode mais contratar servidores aposentados para atuarem em órgãos públicos. A Medida Provisória (MP) 922/2020, que permitia esse tipo de contratação por tempo determinado, perdeu a validade nesta terça-feira (30/6), sem ter sido prorrogada pelo presidente do Congresso, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP).

A MP ampliava as possibilidades de contratação temporária, sem precisar de concurso público, e incluía ex-servidores na lista de trabalhadores que poderiam ser admitidos por processo seletivo simplificado. O governo anunciou a proposta em 2 de março, como estratégia para diminuir a fila do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que chegava a 2 milhões de pedidos de aposentadoria, pensões e auxílios sem resposta.

Presidente Jair Bolsonaro reafirmou apoio ao professor Decotelli.

O presidente Jair Bolsonaro reafirmou na noite desta segunda-feira, seu apoio ao professor Decotelli, indicado para o Ministério da Educação. Bolsonaro apareceu em foto ao lado do ministro,e declarou que  ‘Desde quando anunciei o nome do Professor Decotelli para o Ministério da Educação só recebi mensagens de trabalho e honradez. Por inadequações curriculares o professor vem enfrentando todas as formas de deslegitimação para o Ministério. O Sr. Decotelli não pretende ser um problema para a sua pasta (Governo), bem como, está ciente de seu equívoco.      Todos aqueles que conviveram com ele comprovam sua capacidade para construir uma Educação inclusiva e de oportunidades para todos”

Jair Bolsonaro acabou com a transposição do dinheiro das obras do Velho Chico e irritou coronéis do Nordeste

Conferiram? Como era previsto, a inauguração da transposição do Rio São Francisco na divisa de Pernambuco, levando água ao Ceará, não mereceu manchetes destacadas na imprensa nacional. Ao concluir em 500 dias uma etapa da obra protelada há vinte anos, Jair Bolsonaro acabou com a maior transposição que acontecia nos bastidores: o desvio de verbas da obra que, orçada no começo em R$ 4,5 bilhões, já custou aos cofres públicos R$ 12 bilhões.

Coronéis do Nordeste estão em pânico: Acabou a troca de votos por carros-pipa!

Jair Bolsonaro irritou os coronéis do Nordeste. Acabou com a desumana troca de votos por carros-pipa, um grande negócio para governadores e prefeitos do Nordeste, o que além de votos, lhes rendia dividendos da contratação do serviço. Isso vinha mantendo ao longo de décadas, o poder político dos chamados coronéis do Nordeste sobre a população sofrida da região.

Ao defender auxilio maior, Rodrigo Maia mira em desgaste de Jair Bolsonaro

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, continua defendendo que as novas parcelas da prorrogação do auxílio emergencial se mantenham no valor de R$ 600. O propósito é desgastar o governo federal junto aos beneficiários do programa. O ministro Paulo Guedes, da Economia, já sinalizou que os cofres públicos não suportariam esse valor, que equivale por mês, ao orçamento de um ano de todo o Bolsa Família. O Palácio do Planalto anunciou que vai enviar ao Congresso, a proposta de prorrogar o coronavoucher por três meses, com valores de R$ 500, R$ 400 e R$ 300.

De olho na eleição de 2022, estratégia de Rodrigo Maia é desgastar imagem do presidente Jair Bolsonaro.

Para o presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia,tudo gira em torno das eleições de 2020. Maia, um deputado do baixo clero, eleito com 74 mil votos pelo Rio de Janeiro ,sonha concorrer à presidência da Republica em 2020. Ele é uma das apostas da Rede Globo, ao lado do apresentador Luciano Huck. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, continua defendendo que as novas parcelas da prorrogação do auxílio emergencial se mantenham no valor de R$ 600. O propósito é desgastar o governo federal junto aos beneficiários do programa. O ministro Paulo Guedes, da Economia, já sinalizou que os cofres públicos não suportariam esse valor, que equivale por mês, ao orçamento de um ano de todo o Bolsa Família. O Palácio do Planalto anunciou que vai enviar ao Congresso, a proposta de prorrogar o coronavoucher por três meses, com valores de R$ 500, R$ 400 e R$ 300.

Ministério da Saúde anuncia parceria para produzir vacina do Coronavírus

O governo federal anunciou a melhor notícia desde o início da epidemia do coronavirus, ao firmar uma parceria que vai garantir a produção de uma vacina contra a covid-19 no Brasil. A ideia é importar a tecnologia que vem sendo desenvolvida pela Universidade de Oxford e pelo laboratório inglês AstraZeneca e replicá-la nacionalmente pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). E, segundo o Ministério da Saúde, pode garantir a oferta de pelo menos 100 milhões de doses da vacina no Brasil a partir de dezembro.

O acordo prevê um investimento de US$ 127 milhões do Brasil no desenvolvimento da vacina e vai permitir que a tecnologia de produção e envase dessa vacina seja transferida para o país. A tecnologia de desenvolvimento dos insumos necessários também devem ser replicados no Brasil. Por isso, a expectativa do Ministério da Saúde é produzir nacionalmente as doses da vacina que serão oferecidas à população por meio da Fiocruz.

Aumentam casos de regiões com Bandeira Vermelha no RS

O mais recente levantamento sobre os casos de Coronavírus no Rio Grande do Sul aponta para um crescimento em várias regiões Além das quatro regiões que já estavam na bandeira vermelha, o mapa do Distanciamento Controlado apontou piora nos indicadores em outras cinco regiões: Caxias do Sul, Erechim, Palmeira das Missões, Passo Fundo e Santo Ângelo. Somadas a Porto Alegre, Capão da Canoa, Novo Hamburgo e Canoas, o Estado tem, portanto, nove regiões na bandeira vermelha na rodada preliminar do modelo, divulgada nesta sexta-feira (26/6).

Somente as regiões de Taquara e Bagé se encontram em bandeira amarela (risco baixo). As regiões de Santa Maria, Uruguaiana, Cruz Alta, Ijuí, Santa Rosa, Pelotas, Cachoeira do Sul, Santa Cruz do Sul e Lajeado estão em bandeira laranja (risco médio). A região de Santa Rosa, que se encontrava em bandeira amarela, passou para laranja nesta rodada.

Por crime de opinião, jornalista Oswaldo Eustáquio é preso por ordem do ministro Alexandre de Moraes.

O ministro do STF Alexandre de Moraes determinou a prisão do jornalista e blogueiro Oswaldo Eustáquio por crime de opinião no âmbito do chamado Inquérito das Fake News. Os desdobramentos desse inquérito apenas confirmam o que eu já afirmei neste espaço: em algumas medidas, o STF usa de poderes semelhantes aos do Ato Institucional número 5 editado pelo então presidente, general Arthur da Costa e Silva em 1968.
Oswaldo Eustáquio foi detido nesta sexta-feira pela Polícia Federal em Campo Grande, Mato Grosso do Sul; ele é investigado por integrar segundo o ministro do STF, núcleo de suposta organização criminosa que visa obter ganhos financeiros e políticos com manifestações pela volta do regime militar.
Pelas redes sociais, Oswaldo afirmou que o seu ‘núcleo de jornalismo investigativo’ estava na fronteira com o Paraguai para desvendar o ‘segredo do sucesso’ do País no combate ao novo coronavírus.
Ministro Marco Aurélio Mello considera inquérito ilegal
O ministro Marco Aurélio Mello, único a votar contra a continuidade do Inquérito das Fake News, considera o procedimento ilegal na sua origem,e acentuou que “no direito, o meio justifica o fim, jamais o fim justifica o meio utilizado. O Judiciário é um órgão inerte, há de ser provocado para poder atuar. Toda concentração de poder é perniciosa”, disse. “As manifestações populares e pacíficas contra a instituição do STF, como um dos poderes políticos, não podem ser consideradas como ilícitos penais contra a honra”. Estas declarações estão nos anais do STF.
Mensagem no Twitter
O jornalista, antes de ser preso, postou na sua conta do Twitter, esta mensagem: “Eu Oswaldo Eustáquio, Portanto, prisioneiro no Senhor, suplico-vos que andeis de modo digno. Se cumpriu a mandado de prisão e de busca e apreensão a pedido de Alexandre de Moraes do STF. Me torno hoje um jornalista preso politico, minha voz não sera calada. A cadeia se romperá”.

Brasil na lista dos 25 países mais confiáveis para investimentos

O Brasil volta à lista dos 25 países mais confiáveis para investimentos. “Somos a única nação da América Latina no ranking”, comentou nesta quinta-feira o presidente Jair Bolsonaro. A votação é feita por executivos das 500 maiores empresas do mundo. Depois de sair do ranking de 2019, o Brasil retomou uma posição este ano, ficando em 22º lugar.
Entre os fatores que impulsionaram a intenção de investir estão a aprovação da reforma da Previdência e os esforços do governo para ampliar as privatizações. O país é a única nação da América Latina a compor a lista no ranking de 2020.