MINISTRO FALA DEMAIS,E IRRITA ÁREA DA SAÚDE

O ministro da Saúde, Gilberto Occhi, confirmou ontem que a causa do surto de toxoplasmose em Santa Maria, seria a água. Porém,não precisou a origem da água. A Corsan assegura que a água que abastece a cidade vem sendo monitorada desde o início do surto,sem qualquer resultado positivo. A declaração do ministro causou mal estar nos profissionais da saúde da União,estado e do município que vêm investigando o problema. O prefeito de Santa Maria, Jorge Pozzobon, classifica de “lamentável” a fala do ministro.

AINDA AS PERDAS COM A GREVE

A estimativa da Confederação NacioaldaAgricultura, é que nove dias de bloqueio nas estradas pelos caminhoneiros resultaram em perdas de R$ 6,6 bilhões aos produtores, e estes precisarão de seis meses a um ano para reestruturar os negócios. No Rio Grande do Sul, o setor leiteiro, numa projeção modesta, estima perdas de 8 milhões de litros de leite por dia duraneagreve. Para a indústria de aves e de suínos, asperdas diárias chegaram a R$ 34 milhões somente no Estado.Outros setores, como hortifrutigranjeiros, o comércio de grãos e de carne bovina, ainda calculam a extensão do prejuízo.

DO BLOG DO PRÉVIDI

Em tempos de ostentação, o jornalista José Luiz Prévidi lembra no seu blog – http://previdi.blogspot.com/ – que o técnico da Seleção da Islândia é dentista. Os jogadores são advogados, eletricistas, pescadores.Depois do treino eles vão pro pub beber cerveja. Não recebem salários, apenas uma “ajuda de custo”. Nenhum usa brinco, tem tatuagem, mala LV ou terno que brilha.A população do país de uns 350 mil, 5 mil foram ao estádio torcer. E o cineasta goleiro defendeu um pênalti do Messi.

FARSUL NEGOCIA COM A MONSANTO

122O vice-presidente da Farsul, Elmar Konrad, vem coordenando encontros para negociar o valor cobrado pelos royalties da semente de soja com produtores rurais, cooperativas, cerealistas e a Monsanto. No ultimo encontro quarta-feira, dia 20, a empresa sinalizou com manutenção dos preços e aplicação de descontos na antecipação de pagamentos, proposta avaliada como distante do esperado pela Federação. A Farsul defende uma revisão dos percentuais cobrados, que atualmente estão em 7%.

JOICE HASSELMANN EM APUROS

Amiga de primeira hora de Jair Bolsonaro,a jornalista Joice Hasselmann irritou o seu partido,o PSL. A Executiva Estadual do PSL paulista decidiu constituir uma Comissão de Ética para avaliar a conduta de Joice Hasselmann, porque ela se apresentava como pré-candidata ao Senado e na semana passada lançou a sua pré-candidatura ao governo do Estado,sem comunicar o fato ao PSL.

AUMENTAM ATAQUES À IMAGEM DE BOLSONARO

Atento aos movimentos dos opositores, tanto na área política, quanto em corporações financeiras e sindicais, o grupo de coordenação mais próximo do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) aumentou a atenção aos ataques à sua imagem. Nos últimos dias, Bolsonaro tem se resguardado de declarações mais polêmicas, enquanto é avaliado todo o cenário de ataques que vem recebendo, na grande mídia, e em especial nas redes sociais. O diagnóstico é de que estes ataques só tendem a aumentar.

NO SENADO, MECANISMO PARA ALAVANCAR ECONOMIA DO RS

A notícia foi trazida à coluna pelo senador Lasier Martins (PSD): a Comissão de Desenvolvimento Regional do Senado aprovou ontem o projeto de sua autoria, que autoriza o Poder Executivo a criar a Região Integrada de Desenvolvimento da Metade Sul do Rio Grande do Sul e instituir o Programa Especial de Desenvolvimento da Metade Sul do Rio Grande do Sul.  Essa decisão dá ao governo federal (e também ao estadual e municípios da sub-região) as condições legais para dar incentivos, inclusive fiscais, para as ações e projetos de desenvolvimento social e econômico nesta região marcada pela desigualdade.

DESFECHO PARA A GREVE DOS CAMINHONEIROS

Relator da comissão mista – Câmara e Senado – que analisará a medida provisória da Política de Preços Mínimos do Transporte Rodoviário de Cargas deputado Osmar Terra (MDB) resume a sua intenção:

– Vou fazer um relatório que favoreça o transporte rodoviário no Brasil e permita ao caminhoneiro viver do seu trabalho, porque hoje ele não consegue mais, principalmente o autônomo, o elo fraco desta cadeia.

PPS VAI MESMO DEIXAR GOVERNO SARTORI

A decisão do PPS, de apoiar a candidatura do ex-prefeito Eduardo Leite (PSDB) ao governo não foi consenso. Há um grupo expressivo no PPS, que entende que o partido deveria manter o apoio ao governador José Ivo Sartori.  Confirmado o apoio ao tucano, as primeiras baixas serão a saída de Paulo Odone da diretoria do Badesul, e de Flavio Presser da presidência da Corsan. Mas, todos os cargos de confiança do partido no governo serão colocados à disposição.

O RUMO DO PRB

Pelo mesmo motivo do PPS – atender as conveniências das bancadas estadual e federal – o PRB poderá tomar o mesmo rumo do PPS, e apoiar Eduardo Leite, do PSDB, com direito a coligação para a Câmara dos Deputados. Para a Assembleia Legislativa, o PRB quer disputar com lista pura. Atualmente, o PRB apoia o governador José Ivo Sartori.

PESQUISA VAI DEFINIR APOIO DO DEM PARA PRESIDENTE

Para reduzir a margem de erro, antes de decidir com que pré-candidato vai se coligar na disputa presidencial, o DEM encomendou uma pesquisa nacional ao Instituto GPP. O objetivo é aferir os potenciais de Geraldo Alckmin (PSDB), Ciro Gomes (PDT) e Álvaro Dias (Podemos), as três opções na mesa.  Jair Bolsonaro (PSL) também está na lista, mas não é opção preferencial do DEM nacional. Apenas do Rio Grande do Sul, onde o presidente estadual Onyx Lorenzoni coordena a campanha de Bolsonaro.