Banrisul lança pulseira de pagamentos por aproximação.

O Banrisul lança, nesta segunda-feira (10), a pulseira BanriFast, que permite realizar pagamentos por aproximação nas maquininhas com a tecnologia indicada pelo ícone das quatro ondas. O dispositivo é vinculado aos cartões de crédito Banrisul e utiliza o processo contactless payment (pagamento sem contato), que funciona com a tecnologia NFC – Near Field Communication (Comunicação por Campo de Proximidade).

Além de rápido e prático, o pagamento com a pulseira terá os mesmos padrões de segurança que o realizado com cartões de crédito que possuem chip. A senha será exigida somente nas compras acima de R$ 50,00.

A pulseira é feita de silicone à prova d’água e o portador poderá escolher entre as cores cinza, azul e vermelha. No verso de cada pulseira existe uma abertura, por onde é inserido o chip que contém todas as informações do cartão de crédito. Por enquanto, poderão adquirir a BanriFast os titulares das seguintes modalidades dos cartões de crédito Banrisul Mastercard: Black, Platinum, Gold, Standard, Universitário e Libre. Para solicitar, o cliente deve acessar o ícone Meus Cartões no aplicativo Banrisul Digital, onde poderá realizar diversos serviços relacionados ao produto.

Para o lançamento, o Banrisul preparou uma promoção por tempo limitado aos seus clientes, que poderão comprar a pulseira com 50% de desconto, por apenas R$ 25,00, proporcionando a oportunidade em experimentar e utilizar uma nova maneira de fazer os pagamentos de suas compras. Após o término da promoção, a BanriFast retornará ao valor de R$ 50,00, podendo ser parcelado diretamente no cartão de crédito. Os interessados podem acessar www.banrisul.com.br/BanriFast para obterem mais informações.

Terreno doado à Igreja transforma-se em empreendimento de R$ 150 milhões em Torres

Um boa notícia no mundo dos negócios do litoral gaúcho. Um terreno no coração da cidade, originalmente doado em 1952 pela prefeitura de Torres à Mitra Diocesana de Osório permitiu que ali,  fosse agora construído o mais novo shopping do litoral Norte gerando negócios,e empregos.

A área,doada em 1952 à Sociedade São Domingos de Torres, destinava-se exclusivamente à construção de um Ginásio, sendo revertida ao município, caso fosse alterada a destinação.
Porém,um projeto do executivo, aprovado pela Câmara de Torres em 2014, na gestão da prefeita Nilvia Pereira (PT) alterou a exigência da destinação exclusiva,e permitiu a construção do empreendimento comercial, mediante compensações ao municipio. Com isso, abriu-se o caminho para o novo empreendimento,que vai gerar novos negócios na região.
As compensações pela alteração no destino do terreno, previam uma reforma no prédio administrativo da prefeitura, e em uma escola municipal em Torres. O empreendimento se chamará Vésta Shopping.
Com previsão de inauguração em 2021, além das operações de compras, o empreendimento terá duas torres, residencial e comercial. O Vésta tem um valor estimado de vendas em R$ 150 milhões.

Gilmar Mendes manda soltar Baldy, amigo de Dória e compadre de Rodrigo Maia, envolvido em desvios na Saúde.

O ministro do STF Gilmar Mendes mandou soltar na madrugada de sábado,  o secretário estadual dos Transportes do governo de João Dória em São Paulo, Alexandre Baldy. Gilmar contrariou decisões do juiz federal Marcelo Bretas e do próprio TRF2 do Rio. Baldy é compadre e amigo pessoal do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que criticou a prisão. Baldy   foi preso pela Lava Jato na 5ª feira (6.ago). É acusado de integrar esquema de fraudes na área da saúde. Baldy teria recebido propinas para favorecer empresas em contratos. As acusações são do período em que o político era secretário do Comércio em Goiás (2014) e ministro das Cidades de Michel Temer (2016-2018).

As provas reunidas pela Lava-Jato no processo que levou à prisão do secretário de Transportes Metropolitanos de São Paulo, o ex-ministro Alexandre Baldy,  mostram que um dos integrantes do esquema chegou a “parcelar” o pagamento de uma bolada de 500.000 reais ao político por receio de viajar com tanto dinheiro vivo.

Se depender do STF, Lula vai ganhar ficha limpa e virar herói.

Um grupo de ministros do STF parece querer limpar a ficha de Lula,condenado por vários crimes,e à espera de outras condenações em primeiro e segundo graus.

Acendeu o sinal amarelo para um movimento silencioso dentro do STF – onde sete dos atuais ministros, que devem os cargos a Lula e Dilma, – passaram a defender um argumento político que poderá anular todos os processos de Lula e endeusá-lo perante a opinião pública. O sinal foi dado após a 2ª Turma do STF, com presença de apenas três dos seus cinco membros, decidir, por 2 votos a 1, retirar a delação do ex-ministro Antônio Palocci de uma ação que corre na Justiça contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. No processo, o petista é acusado de receber R$ 12 milhões em propina da Odebrecht por meio de um terreno que seria destinado ao Instituto Lula. Cármen Lúcia e Celso de Mello, que também integram a Segunda Turma, faltaram a sessão, mesmo sendo virtual.

Saiba quem nomeou cada ministro  no STF

Há quem considere a atual a pior composição do Supremo Tribunal Federal de todos os tempos. Quem são, e quem nomeou os atuais ministros: Lula e Dilma nomearam os ministros Cármen Lúcia, Ricardo Lewandowski, Dias Toffoli, Roberto Barroso, Edson Fachin, Luiz Fux e Rosa Weber. Gilmar Mendes foi nomeado por Fernando Henrique Cardoso, Celso de Mello por José Sarney e Marco Aurélio Mello, nomeado pelo seu primo Fernando Collor de Mello.

Osmar Terra afirma que “as lojas não tem culpa pela epidemia. Não adianta fechar o comércio. O vírus não respeita decreto!”.

Com base nos dados do Ministério da Saúde em todos os Estados do País, o médico e ex-ministro Osmar Terra afirma que “as lojas não têm culpa da epidemia. A epidemia, o vírus já se disseminou e ele vai cumprir o seu trajeto, gerando numa parcela da população uma imunidade maior, que faça com que o próprio vírus não consiga mais progredir e termine. É assim que terminam as epidemias”. Para ele, “na verdade, a grande mídia está tirando o direito de vocês, de saberem que o pior já passou”.

Internações e óbitos em queda em todo o País

Osmar Terra avaliou os dados gerais e comenta que “hoje, no conjunto do Brasil, está diminuindo o número de internações, está diminuindo o número de casos de óbitos, e está também diminuindo o número de pessoas que começam a ter sintomas. Porém, ainda existem surtos no Sul e no Centro-Oeste que também tendem a cair agora, que são surtos que foram produzidos pelo inverno. São regiões onde o frio está mais intenso, e regiões onde não tinha circulado o vírus muito antes. Somando tudo, a tendência é de queda. No Sul, esta semana começa a cair, e na próxima semana começa a terminar. A epidemia está indo para o fim. E isso que é importante as pessoas saberem. Ela não está piorando. Ela não vai ser uma coisa interminável que vai tornar a vida de vocês insuportável. Vamos nos proteger, vamos usar a máscara, vamos lavar as mãos, tomar as medidas de precaução”.

Gilmar Mendes e Lewandowski livram Lula da delação de Palocci no STF.

Aproveitando o tumulto da epidemia,os  ministros do STF se aliam às teses da defesa de Lula, e vão extinguindo processos que incriminam o ex-presidente Lula que, como todos sabem, só não está na cadeia, graças aos malabarismos jurídicos dos atuais ministros da Corte Suprema. Desta vez,a já famosa 2ª Turma do STF ao examinar a delação premiada do ex-ministro Antonio Palocci, definiu que este documento não poderá ser usado na ação penal contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) que tramita na 13ª Vara Federal de Curitiba. Foram decisivos os votos de Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski, devido às ausências de Celso de Mello e Cármen Lúcia. Ambos conseguiram a proeza de faltarem a uma sessão remota, via computador, abrido caminho para ue Gilmar e Lewandowski comandassem as ações. Assim, dos cinco ministros que compõem a 2a. Turma, ,só tres votaram, e o placar foi de 2 a 1 pró Lula,(vencido o ministro Edson Fachin) .

Modesto Carvalhosa: Ministro Edson Fachin enfrenta o presidente do STF Dias Toffoli e revoga decisão contra a Lava Jato.

O jurista Modesto Carvalhosa afirmou que a decisão do ministro  Edson Fachin de revogar o compartilhamento de todos os dados da Lava Jato com a PGR é “histórica contra os desmandos de Dias Toffoli”.
“O ministro Fachin restabelece a dignidade do STF com essa decisão, e também força o procurador-geral da República [Augusto Aras] a se colocar no lugar que a Constituição reserva a ele, que é de representar a PGR junto ao Supremo Tribunal Federal, e não participar das investigações dos promotores naturais que têm a responsabilidade desses processos,” afirma o jurista.

No RS, Gramado e Canela abrirão nesta terça, suas lojas e restaurantes.

As duas cidades saíram da bandeira vermelha e foram para a bandeira laranja, mais flexível.
A decisão foi anunciada esta tarde pelo governo estadual. O novo mapa da pandemia reduziu drasticamente as áreas incluídas na bandeira vermelha.
Seis regiões permanecerão em bandeira vermelha, inclusive Porto Alegre e 14 irão para a bandeira laranja. A lista das seis: Taquara, Novo Hamburgo, Canoas, Porto Alegre, Passo Fundo e Lajeado. Nas últimas horas, o governador tem sofrido pressões irresistíveis de prefeitos do interior que querem imediata co-gestão.

JAIR BOLSONARO: “Governadores quebraram seu estados,e agora querem auxilio emergencial permanente”.

O presidente Jair Bolsonaro fez na manhã deste domingo um passeio de moto. Ele foi até uma padaria no Lago Norte em Brasília. E aproveitou para criticar a intenção de alguns governadora,que começam a pressionar para que o auxilio emergencial do Governo Federal seja mantido por tempo indeterminado: “Os informais foram simplesmente dizimados. Alguns estão defendendo auxílio emergencial indefinido. Esses mesmos que quebraram os Estados deles, esse mesmo governador que quebrou seu Estado está defendendo agora o emergencial de forma permanente. Só que, por mês, são R$ 50 bilhões. Vão arrebentar com a economia do Brasil”.

Rodrigo Maia convida Felipe Neto para debater projeto das Fake News.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), convidou o comunicador e youtuber Felipe Neto para uma reunião destinada a debater o projeto das Fake News que tramita na Câmara. O influenciador, que é opoisitor publico do presidente Jair Bolsonaro, aceitou o convite. Felipe Neto esteve envolvido em denúncias de pedofilia nas mensagens que divulga para crianças e adolescentes, mas chegou a processar alguns autores dessas especulações e fake news. Maia quer ouvir Felipe Neto, segundo ele, “para melhorar o projeto das Fake News”.

“Fechamento do comércio causa recessão, miséria e o socialismo” afirma Jair Bolsonaro

 

O presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar o fechamento do comércio e os prejuizos que essa medida adotada por governadores e prefeitos causam à economia e à saúde das pessoas.”O fechamento do comércio provoca recessão,e em cima da miséria vem o socialismo. É isso que voces querem para o Brasil?” indagou ontem o presidente Jair Bolsonaro,ao conversar com jornalistas depois da solenidade de entrega de um condomínio residencial do programa Minha Casa, Minha Vida em Bagé, no Rio Grande do Sul. Ele explicou que “não tive problema nenhum, zero” referindo-se à recuperação pelo contágio do Covid-19. Segundo ele, o “mofo no pulmão” que mencionou há alguns dias, “foi maneira de dizer”. Comentou que “a grande midia me massacrava, e eu sempre falei: não tem como fugir, ninguém vai escapar. Eu sabia que um dia eu ia pegar, e creio que quase todos vocês ainda vão pegar também. Porém, temos que frente. Lamento muito as mortes que têm todos os dias, mas faz parte de vida. Eu estudei a cloroquina, junto de médicos. E quando você não tem alternativa, não proíba. Todos sabemos que não tem comprovação científica, mas também não há comprovação e ninguém dizendo que não funciona”, argumentou na coletiva de ontem com os jornalistas em Bagé.

Prefeito de Santana de Livramento é novamente afastado do cargo.

O prefeito de Santana do Livramento, na fronteira do Rio Grande do Sul com o Uruguai, Solimar Charopen Gonçalves, voltou a ser afastado pela Justiça pouco mais de dois meses após retornar ao cargo. A determinação ocorreu na sexta-feira e atendeu a um pedido do Ministério Público. Além do prefeito, a secretária municipal de Cultura, Desporto e Turismo, Maria Regina Prado Alves, também foi afastada.

Segundo a decisão da 1ª Vara Cível da Comarca de Santana do Livramento, o afastamento ocorreu para “resguardar o erário e a moralidade administrativa”. Ico Gonçalves, como o prefeito é conhecido, e Maria Prado Alves são réus por atos de improbidade administrativa. Ambos tiveram os bens bloqueados.

Ministro Alexandre de Moraes manda bloquear Facebook em todo o planeta!

O Facebook discordou e recorreu da decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, que ampliou nesta sexta-feira de R$ 20 mil para R$ 100 mil a multa diária aplicada , por descumprimento da determinação de bloquear fora do país perfis de jornalistas, empresários e políticos ligados ao presidente Bolsonaro que são alvos do inquérito das fake news. Na pátic,a decisçao do ministro do STF, contestada pelo Facebook – mas que será cumprida enquanto recorre – implica em censurar contas no mundo inteiro.

Via Uno volta a contratar no RS. Se o governo não atrapalhar.

 

A RR Shoes, dona da marca de calçados Via Uno do setor calçadista, começa a reagir,depois de obter autorização da Justiça para entrar em processo de recuperação judicial. A RR Shoes reativando a unidade de Santo Antonio da Patrulha, no Rio Grande do Sul. E anuncia a abertura de 100 vagas, para contratação até o dia 10 de agosto. Atualmente, a RR Shoes opera com uma equipe de 379 pessoas, que se dividem em duas unidades produtivas.

Ex-ministro Osmar Terra reafirma que abertura do comércio não tem nada a ver com aumento de contágio do virus.

O médico e ex-ministro Osmar Terra, baseado em dados comparativos dos índices de contaminação do Covid-19, afirmou que  o fechamento do comercio aplicado por governadores e prefeitos,não altera o curso do virus,que segue sua trajetória normal. No caso da Região Sul, onde as internações aumentaram, Terra explica que”isso se deve ao frio,e não à abertura do comércio”. Para ele, os casos aumentaram todo o país,e agora começam a dar sinais de queda,porque o virus seguiu sua trajetória normal, “e não porque fecharam o comércio”. O vírus não respeita decreto”,afirma.

Surpresa: ação de Bolsonaro no STF contra censura recebe críticas da grande imprensa

A ação proposta pelo presidente Jair Bolsonaro junto ao STF contra a decisão do ministro Alexandre de Moraes,que censurou e bloqueou contas de Facebeook e Instagram de dezenas de pessoas, por supostamente estarem vinculadas e defendendo idéias conservadoras de direita, vem merecendo criticas de representantes da chamada grande imprensa.
A ADIn (Ação Direta de Inconstitucionalidade) apresentada ao STF,sustenta o valor defendido pela Constituição de liberdade de  expressão,e recorda que o próprio STF,inclusive o ministro Alexandre de Moraes, em julgamentos anteriores, sustentaram posição contra qualquer censura a livre manifestação de pensamento, idéias ou mesmo críticas.
Os representantes da grande imprensa atribuem a ação como um ato “em defesa dos apoiadores de Jair Bolsonaro” quando na verdade, a medida preserva a todos de futuras medidas arbitrárias do STF ou de alguns de seus ministros.