Futebol deve retornar dia 22 no RS: Governo e Federação Gaúcha de Futebol iniciam planejamento de segurança para retomada do Gauchão

A Secretaria da Segurança Pública (SSP) e a Federação Gaúcha de Futebol (FGF) se reuniram no final da tarde de quarta-feira (15/7), por videoconferência, para alinhar ações referentes à retomada do Campeonato Gaúcho, autorizado pelo governo do Estado na semana passada. Além do vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, e do presidente da FGF, Luciano Hocsman, participaram integrantes das áreas técnicas das duas instituições.

No encontro, a FGF apresentou à SSP uma proposta de protocolo de isolamento para evitar a aglomeração de torcedores em torno de estádios que venham a receber os jogos, garantindo o cumprimento do distanciamento social, necessário à prevenção da Covid-19.

O presidente da entidade agradeceu a permanente disponibilidade de diálogo por parte do Executivo estadual e destacou a importância do planejamento integrado com o poder público. “Quero registrar que o governo do Estado está de parabéns pelo trabalho corajoso feito no controle de toda essa situação. É fundamental contarmos com a experiência dos órgãos da Segurança para termos as orientações corretas e podermos assegurar a tranquilidade nessa retomada”, afirmou Hocsman.

No Rio Grande do Sul, LDO 2021 é aprovada com congelamento de orçamento em todos os Poderes

Os deputados estaduais do Rio Grande do Sul aprovaram, durante sessão plenária virtual na  quarta-feira (15/7), o projeto de Lei 110/2020, que dispõe sobre as diretrizes para a elaboração da Lei Orçamentária para o exercício econômico-financeiro de 2021. A proposta foi aprovada de forma unânime, com 53 votos favoráveis.

Neste ano, em um acordo inédito construído pelo governador Eduardo Leite junto aos demais Poderes e órgão autônomos, a LDO 2021 fixou o duodécimo com fonte do Tesouro em R$ 5,9 bilhões no ano, mantendo o mesmo patamar do mês de abril deste ano. A partir disso, haverá uma economia de R$ 410 milhões aos cofres públicos, com a possibilidade de repetição do contingenciamento também em 2022. A LDO foi protocolada na Assembleia Legislativa em 14 de maio, com a presença de todos os chefes dos Poderes.