PREVIDÊNCIA SAI DA PAUTA. POR ENQUANTO

Brasília - Presidente Michel Temer discursa na cerimônia de apresentação dos oficiais-generais promovidos (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
Brasília – Presidente Michel Temer (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

A proposta de Emenda Constitucional que altera as regras da previdência Social,que constava da pauta da Câmara dos Deputados para ter sua discussão iniciada na segunda-feira, foi retirada. A questão da intervenção na segurança pública do Rio de Janeiro ocupou todo o espaço do Congresso. Foi um movimento forte a partir de decisões pessoais do presidente Michel Temer, que desconcertaram até seus aliados.

MOVIMENTO POLÍTICO DE MICHEL TEMER

temer intervenção no rj

Para que os leitores entendam: o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM), que tem pretensão de ser candidato à presidência da república, havia se apropriado da pauta da previdência. Da mesma forma, vinha defendendo um projeto para a segurança pública do Rio de Janeiro. Ao fazer a intervenção na segurança do Rio sem consultar previamente Rodrigo Maia,e esvaziar por ora o debate sobre a previdência,Temer transformou Maia em coadjuvante deste debate. E Temer livrou-se por ora, da Previdência, onde a derrota era iminente,se fosse votar agora.

O LUCRO DO BANRISUL: MAIS DE R$ 1 BILHÃO

f_0001104606-1371018

O Banrisul anunciou ontem uma marca histórica: o lucro líquido ficou em R$ 1,05 bilhão em 2017, 59,6% a mais do que em 2016. O lucro recorrente totalizou R$ 911,6 milhões em 2017, 39,8% superior ao apurado no ano anterior. É uma notícia espetacular no ano em que o banco completa 90 anos de existência. Nesta gestão, o governador José Ivo Sartori optou por indicar uma diretoria profissional,ao invés de lotear os cargos entre os partidos que apoiam o governo.

ACABOU A ESCRAVIDÃO DA MINISTRA

luislinda-valois-600x339

A ministra Luislinda Valois, que no ano passado comparou o fato de não poder acumular o salário de ministra com o de magistrada aposentada, comparando a situação à de “escrava”, caiu na realidade ontem,e pediu demissão da pasta dos direitos Humanos. O ato de exoneração será publicado na edição desta terça-feira do diário Oficial da União.