OS 30 DEPUTADOS QUE APROVARAM A ADESÃO AO RRF MERECEM APLAUSOS DOS GAÚCHOS

27849381_1776565642411025_1849611115_n

Desde ontem circula nas redes sociais, um banner contendo as fotos dos 30 deputados estaduais que votaram favoravelmente ao projeto de lei que autoriza a adesão do Rio Grande do Sul ao RRF Regime de Recuperação Fiscal), primeiro passo para adesão ao acordo de renegociação da dívida com a União. Ao contrário do que se esperava,a maioria das manifestações tem sido de apoio à posição destes deputados.

MINHA OPINIÃO

divida-estados-municipios-500x330

A opinião deste colunista, respeitando entendimento em contrário: merecem aplausos os 30 deputados que votaram favoravelmente à proposta. Uma leitura desapaixonada dos termos iniciais da proposta, que agora será formatada com a área técnica da Secretaria do Tesouro Nacional, indica um acordo extremamente vantajoso para o estado, comparativamente aos termos do atual acordo vigente.

NÃO HOUVE OUTRO ACORDO

download (4)

O colunista trabalha com os fatos: desde o governo de Fernando Henrique Cardoso, passando pelos governos de Lula e Dilma, nenhuma proposta concreta de acordo para renegociar a dívida dos estados, foi apresentada. E, as tentativas de fazê-lo judicialmente esbarraram na visão de “governabilidade” que muitas vezes acomete os ministros do Supremo Tribunal Federal.

A OPINIÃO DO GOVERNADOR JOSÉ IVO SARTORI

GD_20180206105641img_0145

O governador José Ivo Sartori manifestou-se ontem dizendo que “ a mudança venceu. A responsabilidade superou todas as protelações e obstáculos. Digo mais: a proteção aos menos favorecidos venceu a defesa dos privilégios. Por que digo isso? Porque não foi apenas um projeto que passou, mas a vontade popular de construir um novo Rio Grande.”

“APROVAÇÃO É UM GRANDE PASSO”

not2

O governador comenta: “a autorização para o Regime de Recuperação Fiscal não é a solução de todos os nossos problemas, mas é um grande passo. Há ainda um longo caminho pela frente para encontrarmos o equilíbrio das finanças. Jamais vendi ilusão. Precisamos continuar fazendo o dever de casa. Vou continuar fazendo o que precisa ser feito. Agradeço aos deputados que permitiram esse avanço e aos muitos setores sociais que também apoiaram. Continuemos unidos. O Rio Grande do Sul está acima das nossas diferenças”.

O Blog de Flavio Pereira