SESI PAGA MULTA POR CONTRATO FANTASMA DA NORA DE LULA

Os nove ministros do Tribunal de Contas da União decidiram, por unanimidade, condenar Marlene Araújo Lula da Silva, nora do ex-presidente Lula, a pagar multas no valor total de 213.000 reais ao Serviço Social da Indústria (Sesi). A maior parte, 173.000 reais, divididos entre ela e o ex-presidente do Sesi, o petista Jair Meneguelli. Os outros 40.000 reais são de uma multa aplicada individualmente a Marlene, que é casada com Sandro Luís Lula da Silva, um dos filhos do ex-presidente. A nora de Luls foi acusada de ser funcionária fantasma do Sesi e de receber sem trabalhar,

Marlene Lula da Silva esteve na folha de pagamento do Sesi, sem trabalhar, de 2007 a 2015.

Deixar uma resposta