Lava Jato ataca na corrupção da saúde do Rio

A Polícia Federal prendeu na manhã de hoje no Rio de Janeiro, o ex-deputado estadual Paulo Melo, o empresário Mário Peixoto e outras duas pessoas na Operação Favorito, nova etapa da Lava Jato no Rio.

As prisões foram feitas depois que a investigação indicou possíveis fraudes nas compras para os hospitais de campanha para pacientes do Coronavírus.

Foram identificadas várias fraudes na aquisição de equipamentos com recursos do governo federal.

Deixar uma resposta