Gilmar Mendes manda soltar Baldy, amigo de Dória e compadre de Rodrigo Maia, envolvido em desvios na Saúde.

O ministro do STF Gilmar Mendes mandou soltar na madrugada de sábado,  o secretário estadual dos Transportes do governo de João Dória em São Paulo, Alexandre Baldy. Gilmar contrariou decisões do juiz federal Marcelo Bretas e do próprio TRF2 do Rio. Baldy é compadre e amigo pessoal do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que criticou a prisão. Baldy   foi preso pela Lava Jato na 5ª feira (6.ago). É acusado de integrar esquema de fraudes na área da saúde. Baldy teria recebido propinas para favorecer empresas em contratos. As acusações são do período em que o político era secretário do Comércio em Goiás (2014) e ministro das Cidades de Michel Temer (2016-2018).

As provas reunidas pela Lava-Jato no processo que levou à prisão do secretário de Transportes Metropolitanos de São Paulo, o ex-ministro Alexandre Baldy,  mostram que um dos integrantes do esquema chegou a “parcelar” o pagamento de uma bolada de 500.000 reais ao político por receio de viajar com tanto dinheiro vivo.

Deixar uma resposta