Datafolha, que já previu vitória de Haddad e Dilma em 2018, vetado pela Justiça em São Paulo.

Causou alvoroço a decisão da Justiça Eleitoral de São Paulo que suspendeu a divulgação de uma pesquisa do Datafolha sobre a eleição para a prefeitura de São Paulo a pedido do candidato Celso Russomanno (Republicanos). No pedido, a campanha de Russomanno alega que o levantamento estaria “em desacordo com a legislação e a jurisprudência eleitoral”.

Pesquisas famosas pela desinformação

Algumas pesquisas do Datafolha encomendadas pela Rede Globo foram um marco nas eleições de 2018, passando para o anedotário político nacional:

– Em 28 de setembro de 2018, Datafolha anunciava: Bolsonaro perde de Haddad por 45% a 39% no 2º turno.

– Também em 28 de setembro de 2018, o Datafolha anunciava: pesquisa para a disputa pelo Senado Federal em Minas Gerais mostra a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) em primeiro lugar, com 25% das intenções de voto.

Deixar uma resposta