VALE A CONSTITUIÇÃO, AFIRMAM DESEMBARGADORES

Resultado de imagem para Carlos Cini Marchionatti

Ao proferir a decisão,o presidente da Câmara Civel, desembargador Carlos Cini Marchionatti foi enfático ao elogiar o relatório do desembargador Dilso Pereira, e afirmar que ”está na propriedade privada a base da liberdade de todos nós, e muitas vezes não nos damos conta disso”. Reiterou que “embora elogie o trabalho social, como Juiz, tenho que cumprir a Constituição da República”. Na mesma linha,o desembargador Glenio Wasserstein Hekan observou que “ainda que louváveis os fins, estes não justificam os meios. Em primeiro lugar, está o respeito à Constituição e às Leis”. Com base nos argumentos apresentados pela Congregação Salesiana, a Câmara decidiu manter a decisão do juízo de primeiro grau.

Deixar uma resposta

O Blog de Flavio Pereira