TRIBUNAL DE CONTAS RECOMENDA QUE STF ACABE COM FARRA DE PASSAGENS

O Tribunal de Contas da União recomendou que o Supremo Tribunal Federal acabe com a farra da compra de passagens aéreas que consumiu, de setembro de 2016 até maio deste ano, R$ 2.396.324,63 com passagens aéreas para seus ministros, servidores e “colaboradores”. O TCU identificou passagens em viagens internacionais de primeira classe para ministros, esposas,e servidores do Supremo Tribunal Federal.

Deixar uma resposta