PARTIDOS SEM VOTO GANHAM SOBREVIDA ATÉ 2020

img201606012054457528521

O conjunto de partidos sem expressão de votos, muitos deles siglas de aluguel, sofreu uma derrota parcial ontem em Brasília. O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, por 348 votos a 87 e 4 abstenções, o destaque do PPS à Proposta de Emenda à Constituição 282/16 para proibir as coligações partidárias nas eleições proporcionais. Os deputados recusaram a proposta de acabar com as coligações já em 2018. Assim, a regra valerá apenas a partir de 2020. A regra das coligações proporcionais permite que siglas sem voto se escondam sob o manto dos grandes partidos, elegendo representantes nos legislativos, mesmo sem conquistarem o coeficiente eleitoral.

Deixar uma resposta

O Blog de Flavio Pereira