NOTA TÉCNICA FAVORÁVEL À PRISÃO EM SEGUNDA INSTÂNCIA NÃO É PRESSÃO

MinistrosStf1

Nota técnica foi protocolada para cada um dos 11 ministros do Supremo. Os procuradores e magistrados que subscrevem Nota Técnica protocolada no STF (Supremo Tribunal Federal) afirmam que iniciativa ‘não é uma forma de pressão sobre os ministros’ que vão julgar nesta quarta-feira (04) o habeas corpus preventivo do ex-presidente Lula, condenado a 12 anos e um mês de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso triplex. O documento foi protocolado, no Supremo com cerca de 5 mil assinaturas, entre magistrados e membros do MP, para que a Corte não mude o entendimento que permite a prisão de condenados na segunda instância da Justiça.

Deixar uma resposta