MORO MANDA SOLTAR FERREIRA

 

paulo-ferreira-SERGIO-CASTRO-AE-525x350

Preso desde junho do ano passado, sem eu o seu partido emitisse qualquer manifestação de solidariedade, o ex-tesoureiro do PT, Paulo Ferreira, que foi deputado federal pelo Rio Grande do Sul, foi solto ontem no presídio de Tremembé, em São Paulo. A ordem de soltura foi expedida pelo juiz Sérgio Moro, que deu um prazo de 45 dias a Ferreira, para que recolha os R$ 25 mil reais que faltaram para completar o valor da fiança estipulada em R$ 200 mil.

Deixar uma resposta