META DO GOVERNO É EXTINGUIR 41 MIL CARGOS

O ministro da Casa Civil destacou que “quanto menor o peso do estado, maiores os ganhos para quem trabalha e produz. Estamos tirando o Estado do cangote do cidadão, servindo às pessoas e não se servindo delas”, e garantiu que o governo continuará cortando cargos em comissão – serão mais 25 mil até o fim deste ano, além dos 21 mil já eliminados – revogando decretos, extinguindo conselhos e reduzindo impostos. Sobre a CPMF, o ministro da Casa Civil foi enfático: “Não tem CPMF, está morta e enterrada”.

Deixar uma resposta