Hackers invadiram sistemas do TSE. Apuração afetada em todo o Brasil. PF já investiga o caso.

A divulgação dos resultados das eleições está parado no sistema oficial do TSE. Hackers brasileiros conseguiram invadir o Tribunal Superior Eleitoral e acessar ao menos 28 bancos de dados da corte, incluindo aqueles que contêm senhas e outras informações críticas sobre funcionários atuais e antigos do TSE. Junto a peritos do Judiciário e de empresas de cibersegurança,foi confirmada  a veracidade tanto do ataque quanto dos dados roubados.

Presidente do TSE confirma apenas “tentativa”

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, afirmou que o tribunal não sofreu um “ataque [hacker] bem sucedido” neste domingo (15), primeiro turno das eleições de 2020. Circulam nas redes sociais mensagens e posts de blog afirmando que o tribunal foi vítima de vazamento de informações no dia da eleição, com a divulgação de bases de dados de funcionários públicos. Segundo o presidente do TSE, o tribunal sofreu uma tentativa de ataque cibernético neste domingo, mas ele foi “neutralizado”.

Segundo o ministro da Justiça, André Mendonça, a Polícia Federal investiga o caso.

Deixar uma resposta