EDUARDO CUNHA VAI PARA CASA

Para cumprir  resolução do Conselho Nacional de Justiça que determinou a revisão de prisões diante da pandemia, o ex-deputado Eduardo Cunha tem motivos para comemorar o Coronavirus: ele  e outros presos envolvidos em casos de corrupção estão sendo mandados para casa.  Outros presos da Lava Jato já foram beneficiados, como o mega-doleiro Dario Messer, considerado o doleiro dos doleiros.

“Considerando a excepcional situação de pandemia do vírus COVID- 19, por se tratar o requerente de pessoa mais vulnerável ao risco de contaminação, considerando sua idade e seu frágil estado de saúde, substituo, por ora, a prisão preventiva de Eduardo Consentino da Cunha por prisão domiciliar, sob monitoração eletrônica”, escreveu a juíza Gabriela Hardt

A magistrada afirma ainda que a prisão preventiva de Cunha se justifica porque “não houve até o presente momento, mais de três anos depois de cumprido o decreto prisional, a identificação de todos os valores desviados que são relacionados a Eduardo Cunha”.

“O monitoramento eletrônico, muito embora não afaste por completo a possibilidade de que este pratique atos de dissimulação e ocultação de valores ilícitos ainda não identificados no exterior, inviabiliza ou ao menos dificulta a possibilidade de fuga”, escreveu a juíza.

Deixar uma resposta