29/12/2016 Carrossel de Informações

Prefeitos à beira de um ataque de nervos: barrados os recursos da repatriação

Os prefeitos de todo o país sequer tiveram tempo para comemorar a decisão do Ministério da Fazenda de emitir nesta as ordens de pagamento aos municípios referentes aos recursos do programa de repatriação. A medida, que visa garantir que as prefeituras recebam o repasse ainda em 2016, nesta sexta-feira previa o depósito de R$ 4,449 bilhões para 5,6 mil municípios
No entanto, o ministro Evandro Carreiro,do Tribunal de contas da União,emitiu parecer proibindo essa transferência ainda em 2016. A Advocacia-Geral da União e a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional entraram com recurso no Tribunal de Contas da União, na noite de ontem, para tentar reverter a decisão do ministro.

Carreiro e a propina da UTC

O ministro ganhou notoriedade no inicio deste ano,depois que o jornal O Globo denunciou que ele era o relator do processo de leniência da UTC,mesma empresa que segundo o Supremo Tribunal Federal,teria lhe repassado propinas de contratos com a Petrobrás.

Delegados estressados

Até agora guardando silêncio obsequioso,os delegados de polícia estão reduzindo drásticamente suas atividades, insatisfeitos com o tratamento que o executivo tem dispensado à categoria.O parcelamento do 13° salário em 12 vezes foi a gota d’agua. A Asdep (Associação dos delegados de Polícia) poderá se manifestar oficialmente nas próximas horas.

Sem trânsito

Como se ainda estivesse em campanha eleitoral,o futuro prefeito de Porto Alegre Marchezan Junior, continua falando sem parar. A cada dia perde ainda mais aliados. Inclusive no seu núcleo mais próximo. A indicação de Kevin Krieger, para o cargo de secretário de Relações Institucionais pacificou parte do PP. Até agora, ele já indicou 10 ocupantes das 15 secretarias do seu governo.

PDT quase fora

Quem conversa com a maioria dos lideres do PDT ouve a mesma posição: em “off”, o partido está fora do governo Sartori, para desligar-se do desgaste político,e espera apenas o momento de formalizar esta decisão. Oficialmente, porém, o discurso é mais brando, pois leva em conta que a decisão precisará ser acompanhada da entrega de todos os cargos de confiança.

Deixar uma resposta

O Blog de Flavio Pereira