Veja só: Rodrigo Maia obstaculiza prorrogação do Auxilio Emergencial para não aumentar prestigio de Jair Bolsonaro.

Temeroso de que o prestigio de Jair Bolsonaro dispare definitivamente, o presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia, eleito com 74 mil votos – basta lembrar que Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) foi eleito com 1,830 milhão de votos – afirma que tem sob seu comando os 513 deputados que rejeitarão a prorrogação do auxílio emergencial caso o presidente resolva insistir.

Rodrigo Maia, quer com isso, acabar com a ideia do presidente Jair Bolsonaro de prorrogar o auxílio emergencial, vetando a possibilidade de prorrogação do estado de calamidade, decretado durante a pandemia do novo coronavírus, por mais três meses. Segundo ele, isso significaria a prorrogação, também por mais três meses, da Proposta de Emenda à Constituição do Orçamento de Guerra, o que “seria uma sinalização muito ruim quanto à âncora fiscal”. A princípio, o estado de calamidade pública terminará no fim de dezembro de 2020.

Deixar uma resposta