EM 2008, CHEGOU A SER CONDENADO POR COBRAR PROPINA

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal condenou e, 2008, o então deputado federal e candidato ao governo do DF, Alberto Fraga (DEM), por concussão – uso do cargo público para obter vantagem indevida. De acordo com o Ministério Público, o crime foi cometido em 2008, quando Alberto Fraga era secretário de Transportes do governo de José Roberto Arruda (PR). A denúncia dizia que o secretário pediu – e recebeu – R$ 350 mil para firmar um contrato entre o governo e a cooperativa de ônibus Coopertran.

Deixar uma resposta