CONTORNANDO O PROJETO DAS ALIQUOTAS

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite insiste na tese de que tem autonomia para legislar em matéria já regulada por lei federal mas ainda assim, resolveu contornar a dificuldade criada com a decisão de cobrar alíquotas de 7,5% a 22% dos servidores da Brigada Militar e do Corpo de Bombeiros. A compensação será um nova tabela,aumentando os subsídios dos brigadianos, à exceção dos capitães.

Deixar uma resposta