DISCURSO DE MANUELA

A ex-deputada Manuela d’Avila, que admitiu ter intermediado o contato entre o jornalista Glenn Greenwald, um dos fundadores do Intercept, e o hacker Walter Delgatti Neto acusado de invadir de forma criminosa o celular de uma série de autoridades brasileiras, inicia um discurso mais prudente,e afirma que temeu pela própria vida. A ex-candidata a vice-presidente na chapa de Fernando Haddad, não procurou autoridades para comunicar o fato, na época. Ela prestou depoimento sexta-feira à Polícia Federal.

Deixar uma resposta