A DELAÇÃO-BOMBA DE PALOCCI

Além de afirmar que desde 2007 Lula controlava toda a corrupção na Petrobras e na edição de medidas provisórias do governo, o ex-ministro Antonio Palocci afirma no termo de delação premiada que a campanha presidencial de reeleição de Dilma Rousseff em 2014 custou R$ 800 milhões. O valor é mais do que o dobro dos R$ 350 milhões de gastos declarados ao Tribunal Superior Eleitoral.

Deixar uma resposta