Patrimônio da comunista Manuela D’Avila do PCdoB cresceu 382% em dois anos.

A informação é do professor e cientista político Paulo Moura, em seu blog Dextra. Segundo os dados declarados ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) entre 2018 e 2020 pela comunista, que está sem mandato político desde que concorreu como vice-presidente de Fernando Haddad (PT) à Presidência da República em 2018, o patrimônio da candidata deu um salto de R$ 94,5 mil para R$ 455,5 mil.

Deixar uma resposta