ESTADO MAIS DISTANTE DO ACORDO DA DÍVIDA

O futuro governo gaúcho acabará se convencendo de, ao dificultar por razões eleitorais que o governador José Ivo Sartori assinasse o Regime de Recuperação Fiscal ainda no governo do presidente Michel Temer, encontrará condições ainda mais duras na gestão do ministro Paulo Guedes no comando da Economia. Além de ofertar ativos relevantes, como o Banrisul, o Estado, para participar do acordo, terá de assumir compromisso com apoio à Reforma da Previdência.

Deixar uma resposta