Após denúncias de assédio contra Marcius Melhem, Globo acaba com “Zorra” e demite humoristas.

A Rede Globo tirou do ar definitivamente, sem chance de despedida, o humorístico “Zorra”, depois da repercussão da reportagem da “Piauí” que detalhou os relatos de assédio sexual e moral atribuídos a Marcius Melhem, diretor do programa. Todos os humoristas foram demitidos.
A última edição do programa foi ao ar no sábado (6). A preocupação com o caso virou tamanha que o “Jornal Nacional” e o “Jornal da Globo” exibiram um comunicado citando a reportagem da revista, as redes sociais de Dani Calabresa – que fez a primeira denúncia para a direção – e a entrevista do ex-diretor ao “UOL”.
O fim do “Zorra” confirma a grande implosão do departamento de humor da emissora, iniciada após a saída de Melhem da direção do departamento. Todos os programas criados pelo ator e roteirista foram cancelados pela Globo. Nem mesmo quadros como o “Isso a Globo Não Mostra” ou o remake da “Escolinha do Professor Raimundo” se salvaram.

Deixar uma resposta