MP E DEFENSORIA REDUZEM CALOTE NO IPE SAÚDE

O Ministério Publico e a Defensoria Publica do Rio Grande do Sul farão o aporte de R$ 2 milhões para o caixa do IPE-Saúde. Mas não se trata de nenhuma generosidade. O repasse é por conta de uma parte do calote. Além destes, os poderes Legislativo, Judiciário, Tribunal de Contas e o próprio executivo também têm contas patronais no espeto do IPE Saúde desde 2018.

Deixar uma resposta