MORTOS,E SERVIDORES PÚBLICOS RECEBIAM BOLSA FAMÍLIA

São diversas as irregularidades encontradas: saques realizados por pessoas que já morreram, indivíduos sem CPF ou com CPFs múltiplos, além de pessoas que estariam recebendo o benefício sem ter direito, como servidores públicos e doadores de campanhas políticas. Estes dados foram levantados a partir do cruzamento de informações do cadastro de beneficiários com dados da Receita Federal, TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e Tribunais de Contas.

Deixar uma resposta