ACOMPANHE A VELOCIDADE DA TRAMITAÇÃO DO CASO DE GAROTINHO E SUA ESPOSA

O casal foi preso quarta-feira, acusado de participar de um esquema de superfaturamento em contratos celebrados entre a Prefeitura de Campos (RJ) e a Odebrecht.

À noite, já chegava ao STJ (Superior Tribunal de Justiça) habeas corpus negado pel. Ontem, o casal recorreu e protocolou o pedido STJ às 9h22 ao Supremo. Às 18h, a secretaria da Corte comunicou a ordem de soltura pelo ministro Gilmar Mendes ao Tribunal de Justiça do Rio.

Deixar uma resposta