TRF-4 manda soltar donos da Avianca envolvidos no Petrolão

Investigados pelo suposto pagamento de propinas no esquema do Petrolão, irmãos German e José Efromovich, donos da Avianca foram soltos ontem (quarta-feira,dia 11) pelo Tribunal Regional Federal da 4a. Região,em Porto Alegre, que revogou a prisão preventiva dos dois no âmbito da Operação Lava Jato em Curitiba. A decisão foi unânime (3 a 0).
A decisão inicial partiu da juíza Gabriela Hardt, da 13a. Vara Criminal Federal de Curitiba, que havia determinado a prisão preventiva dos investigados. Depois, a magistrada substituiu a medida por prisão domiciliar com monitoramento eletrônico a pedido do MPF (Ministério Público Federal), por causa dos riscos da pandemia.

Segundo o Ministério Publico Federal, os empresários são investigados porque, comandavam um suposto esquema de propinas do Petrolão, com contratos do Estaleiro Eisa, controlado por eles, com a Transpetro. Teriam sido pagos um total de R$ 40 milhões a Sergio Machado, ex-presidente da Transpetro.

Deixar uma resposta