MARCO FELICIANO QUER CASSAÇÃO DE LIDER DO PT NO SENADO QUE DEFENDE GUERRA CIVIL PARA DEPOR BOLSONARO

O deputado federal Marco Feliciano pediu ao Procurador Geral da República, Augusto Aras para investigar o líder do PT no Senado, Humberto Costa, por suposta incitação à subversão da ordem política ou social e à luta violenta entre a população, Forças Armadas e governo.

Marco Feliciano relata que o senador cometeu os crimes, previstos na Lei de Segurança Nacional, ao fazer apologia à violência nas ruas do Chile e incentivar uma guerra civil no Brasil, numa mensagem publicada no último dia 19 no Twitter. Marco Feliciano apresrentou no pedido,o teor da declaração contida na postagem do lider do PT, incitando a violência e a quebra da normalidade institucional do Brasil: “a paciência do povo com a direita ultraliberal, fascista e entreguista está acabando em diversos lugares do mundo. Jair Bolsonaro está com os dias contados. É questão de tempo. A hora do Brasil vai chegar. Anotem aí”, compartilhando notícia do estado de emergência no país vizinho com a imagem de um prédio em chamas.

A Marco Feliciano lembra na representação encaminhada à PGR que apenas a tentativa de subversão já configura o crime e é passível de punição com pena de reclusão de 1 a 4 anos.

Deixar uma resposta