IRANIANO PRESO AFIRMA QUE ADÉLIO MENCIONOU PREMIO DE R$ 500 MIL PARA MATAR JAIR BOLSONARO.

IRANIANO PRESO AFIRMA QUE ADÉLIO MENCIONOU PREMIO DE R$ 500 MIL PARA MATAR JAIR BOLSONARO.

A defesa do iraniano Farhad Marvizi, que afirma ter novas informações sobre o atentado contra Jair Bolsonaro, mencionando que ouviu de Adélio Bispo,seu colega de cela, que haveria um pagamento de R$ 500 mil para matar o Dr. Jair”. Afirmou ainda que devido à sua “cultura” ele se sente obrigado a comunicar fatos que considere importantes aos seus superiores. Por essa razão, ele teria enviado a carta ao presidente relatando ter informações sobre um suposto mandante da facada, informa Mateus Coutinho na Crusoé.

Deixar uma resposta