VOTO DO MINISTRO CELSO DE MELO MANTEVE LULA PRESO

O mais antigo integrante da Corte, Celso de Mello, se alinhou aos votos dos ministros Fachin e Cármen Lucia, mantendo a prisão de Lula. Celso destacou que o caso de Lula já foi analisado em três instâncias: depois de Moro, também foi julgado pelo Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2), com sede em Porto Alegre, e pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). Assim, não há porque tomar uma decisão provisória agora.

Deixar uma resposta