TESOURO ARRECADA R$ 10 BI COM AUMENTO DE IMPOSTOS, MAS VAI DAR R$ 3,6 BI PARA CAMPANHAS POLÍTICAS

download (9)

O governo fez um esforço enorme, adotando inclusive uma medida impopular, como o aumento da incidência de PIS e Cofins sobre os combustíveis, para aumentar mais R$ 10 bilhões na receita estimada para 2017. No entanto, para efeito de comparação, se for mantida a atual versão do texto da reforma política a ser votada pela Câmara, os partidos terão um orçamento para gastar na eleição de 2018, que representa um terço do que vai ser arrecadado com esse aumento de impostos, e supera a maioria das prefeituras brasileiras. A estimativa é que, enquanto ingressem R$ 10 bilhões do aumento de imposto, R$ 3,6 bilhões em recursos públicos deixem os cofres da União para bancar as campanhas políticas. Esse valor, se comparado aos orçamentos das prefeituras brasileiras, significa, um orçamento maior que mais da metade das capitais (16 das 26) têm à disposição por ano para governar. Sete partidos receberão a maior fatia do bolo bilionário (PMDB, PT, PSDB, PP, PSD, PR e PSB). Um detalhe relevante é que, em cinco destes partidos que ficarão com a maior parte dos R$ 3,6 bilhões, os escalados para a função de tesoureiro são alvos de investigações ou citados em delações da Operação Lava-Jato.

Deixar uma resposta

O Blog de Flavio Pereira