Terapeuta Tadashi Kadomoto é acusado de estupro de vulnerável

Terapeuta teve fama amplificada durante pandemia por fazer lives diárias de meditação no Youtube. Justiça de São Paulo aceitou, na última semana, denúncia feita por ex-aluna, informa rede de tevê.
Tadashi Kadomoto é réu em um processo que tramita na Justiça de São Paulo por estupro de vulnerável. Com mais de 1,6 milhão de seguidores no Instagram e 220 mil inscritos no canal quem matém no Youtube, o terapeuta teve a fama ampliada no início da pandemia por oferecer lives diárias de meditação para que as pessoas pudessem lidar com os impactos emocionais do isolamento social.

Deixar uma resposta