STF aprova decisão que contraria o próprio STF!

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta terça-feira anular um acordo de delação premiada a partir do julgamento de um recurso apresentado por um grupo de réus delatados. A decisão contraria entendimento do plenário da própria Corte — que, em 2015, declarou que terceiros não podem questionar acordos de delação, apenas as partes signatárias, ou seja, o Ministério Público e os próprios delatores.

Deixar uma resposta