SEM A REFORMA DA PREVIDÊNCIA, PAÍS PODE FICAR INGOVERNÁVEL

SEM A REFORMA DA PREVIDÊNCIA, PAÍS PODE FICAR INGOVERNÁVEL

O tema é impopular para todos os candidatos. Até agora, apenas Geraldo Alckmin admite publicamente que a Reforma da Previdência está no seu horizonte imediato, caso seja eleito. Mas, vejamos: no período de junho de 2017 e junho de 2018, o número de novos benefícios emitidos pela Previdência Social foi de 614,7 mil, o que elevou a despesa em R$ 368,2 milhões, segundo o relatório Resultado do Tesouro Nacional distribuído há alguns dias.

Deixar uma resposta