Preocupado com luminosidade, STF quer comprar cortinas motorizadas.

O Supremo Tribunal Federal abriu processo para compras de cortinas motorizadas, do tipo rolô, para o edifício sede da Corte. Com a cumpra, o STF espera gastar R$ 1.793.432,00. Além do acessório, o valor contempla a instalação dos equipamentos.

A exigência do STF na licitação milionária é por dois tipos de cortinas: “de tela solar e de blecaute, todos motorizados”. A cortina em rolo de tela solar é mais cara: R$ 678,00 o metro quadrado. A de blecaute, R$ 620,00.

Para as cortinas, controles remotos a um custo máximo de R$ 33.466,00. São 45 para 4/5 canais, ao valor máximo de R$ 499,00 cada, e mais 7 controles de 16/20 canais. Este, a um preço máximo de R$ 1.573,00 cada.

Deixar uma resposta