PREFEITOS DEFENDEM MAIS DIÁLOGO SOBRE A QUESTÃO TRIBUTÁRIA.

“A proposta para que os estados reduzam o ICMS incidente sobre os combustíveis inviabilizaria todos os estados e municipios brasileiros”, avalia o presidente da Confederação Nacional dos Municípios, Glademir Aroldi. Ele conversou ontem com o colunista,durante a Assembléia de Verão promovida pela Famurs em Capão da Canoa. O dirigente da CNM adverte que o debate iniciou de maneira equivocada,e sugere também uma discussão sobre o preço do combustível que sai da refinaria,que é o ponto de partida para a tributação aplicada pela União,estados e municípios.

Deixar uma resposta