PARA NÃO PERDER DINHEIRO DO TURISMO, DITADURA DE CUBA SÓ INICIOU ISOLAMENTO DIA 24.

Para não perder dinheiro com o fluxo do turismo,a ditadura de Cuba evitou colocar em prática qualquer medida de controle de circulação de pessoas. O turismo, o comércio de charutos, assim como a exportação de profissionais de saúde para trabalho escravo,têm sido os elementos principais que que impulsionam sua economia.

Cuba foi um dos últimos países da América Latina a fechar suas fronteiras para não residentes, no último dia 24 de março.

Mesmo com as noticias censuradas,e divulgadas apenas para não dizer que não existem casos de Coronavirus, pelos canais oficiais a ditadura de Cuba revela que existem 186 casos de COVID-19, incluindo seis mortes. Como precaução, 2.837 pessoas estão hospitalizadas. Todos os dados oficiais da ditadura,naturalmente.

Estes números poderão aumentar,ou diminuir nos próximos dias,de acordo com os interesses da ditadura.

Deixar uma resposta