OS 30 DEPUTADOS QUE APROVARAM A ADESÃO AO RRF MERECEM APLAUSOS DOS GAÚCHOS

27849381_1776565642411025_1849611115_n

Desde ontem circula nas redes sociais, um banner contendo as fotos dos 30 deputados estaduais que votaram favoravelmente ao projeto de lei que autoriza a adesão do Rio Grande do Sul ao RRF Regime de Recuperação Fiscal), primeiro passo para adesão ao acordo de renegociação da dívida com a União. Ao contrário do que se esperava,a maioria das manifestações tem sido de apoio à posição destes deputados.

MINHA OPINIÃO

divida-estados-municipios-500x330

A opinião deste colunista, respeitando entendimento em contrário: merecem aplausos os 30 deputados que votaram favoravelmente à proposta. Uma leitura desapaixonada dos termos iniciais da proposta, que agora será formatada com a área técnica da Secretaria do Tesouro Nacional, indica um acordo extremamente vantajoso para o estado, comparativamente aos termos do atual acordo vigente.

NÃO HOUVE OUTRO ACORDO

download (4)

O colunista trabalha com os fatos: desde o governo de Fernando Henrique Cardoso, passando pelos governos de Lula e Dilma, nenhuma proposta concreta de acordo para renegociar a dívida dos estados, foi apresentada. E, as tentativas de fazê-lo judicialmente esbarraram na visão de “governabilidade” que muitas vezes acomete os ministros do Supremo Tribunal Federal.

A OPINIÃO DO GOVERNADOR JOSÉ IVO SARTORI

GD_20180206105641img_0145

O governador José Ivo Sartori manifestou-se ontem dizendo que “ a mudança venceu. A responsabilidade superou todas as protelações e obstáculos. Digo mais: a proteção aos menos favorecidos venceu a defesa dos privilégios. Por que digo isso? Porque não foi apenas um projeto que passou, mas a vontade popular de construir um novo Rio Grande.”

“APROVAÇÃO É UM GRANDE PASSO”

not2

O governador comenta: “a autorização para o Regime de Recuperação Fiscal não é a solução de todos os nossos problemas, mas é um grande passo. Há ainda um longo caminho pela frente para encontrarmos o equilíbrio das finanças. Jamais vendi ilusão. Precisamos continuar fazendo o dever de casa. Vou continuar fazendo o que precisa ser feito. Agradeço aos deputados que permitiram esse avanço e aos muitos setores sociais que também apoiaram. Continuemos unidos. O Rio Grande do Sul está acima das nossas diferenças”.

PREVIDÊNCIA ATUAL É INJUSTA E INSUSTENTÁVEL

abertura_do_ano_legislativo

“O atual sistema é socialmente injusto e financeiramente insustentável”, afirma a mensagem do presidente Michel Temer, lida pelo ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, aos congressistas na reabertura do ano legislativo. “Socialmente injusto pois transfere recursos de quem menos tem para quem menos precisa, concentrando renda. É financeiramente insustentável porque as contas simplesmente não fecham, pondo em risco as aposentadorias de hoje e de amanhã.” Em resumo: o atual modelo de previdência,é uma imensa pirâmide onde as elites sabem que é necessário manter milhares na base, contribuindo para garantir os privilégios desse pequeno grupo do topo dessa pirâmide.

MARLON AFIRMA QUE “O PROBLEMA DO ARROZ,SÃO OS ARROZEIROS”

download (5)

O deputado cachoeirense Marlon Santos (PDT) gerou um mal estar entre os produtores de arroz do estado,ao afirmar esta semana que “o problema mais sério do arroz,são os arrozeiros”. Marlon atribui a crise a uma falta de “controle do fluxo de caixa para evitar problemas futuros como o custo de produção” e sugere que não é razoável ficar jogando a culpa da crise do setor apenas nos ombros do governo”.

E JOSÉ OTÁVIO SAI EM DEFESA DOS ARROZEIROS

6af62895de668f1d0c544510f43da5b8-noticias-cachoeira-do-sul

A declaração de Marlon gerou uma imediata de outro cachoeirense,o deputado federal José Otávio Germano que ontem solidarizou-se com o movimento “Te mexe,arrozeiro” que reúne produtores do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. Segundo José Otávio, “o movimento busca garantir competitividade ao arroz produzido na região Sul, que responde por 70% da produção nacional, frente ao produto importado do Paraguai que chega aqui,a preços abaixo dos custos de produção locais”.

LULA FORA DA LISTA DE INVESTIDORES

download

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ficou fora da lista de convidados para um evento que reúne, em São Paulo, empresários e investidores brasileiros e internacionais e os presidenciáveis nas eleições de outubro. A exclusão deu-se, mesmo Lula aparecendo em primeiro lugar nas pequisas de intenção de voto para a Presidência da República. Até ano passado, Lula figurava na relação dos convidados do encontro. Com cerca de 2,5 mil pessoas, o 19º CEO Conference promove, desde terça-feira, discussões sobre os rumos da economia.

O Blog de Flavio Pereira