PADILHA DIZ QUE GOVERNO TEM PELO MENOS 20 CARTAS NA MANGA PARA CRIAR EMPREGOS NO PAÍS

tepad

 

Quem assistiu ontem o pronunciamento do ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, durante a abertura da reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, o Conselhão, em Brasília, teve certeza de que o governo dispõe de várias alternativas para virar a forte tendência de desemprego herdada da gestão anterior. Padilha foi enfático ao afirmar que o governo trabalha com “umas 20 hipóteses” de mais medidas microeconômicas para criar empregos no País. Prudente, evitou antecipar medida nova, mas assegurou que as hipóteses estão sendo consideradas e que o governo quer ouvir sugestões do Conselhão. “Temos que ter medidas que agora neste momento ajudem a gerar emprego . Nós precisamos ter outras medidas e nós estamos trabalhando com umas 20 hipóteses, mas não vou aqui anunciar nada porque nós queremos ouvir conselhos” afirmou, para depois comentar a situação do desemprego no País, após a divulgação de que a taxa de desocupação no Brasil ficou em 12% no trimestre encerrado em dezembro, avaliando que o desemprego “já parou de seguir na velocidade que vinha” e que a situação agora está se estabilizando.

Deixar uma resposta