PACOTE DE AJUSTE CADA VEZ MAIS INDEFINIDO

pacote

Está difícil para o governo convencer não só os deputados de oposição (PT,PDT e PSOL, PCdoB e Rede) Mas também integrantes do PTB e do PDT sobre a relevância de votar os projetos que compõem as chamadas medidas de ajuste fiscal, requisitos para a adesão do estado à renegociação da dívida com a União. Ontem, a votação dos projetos foi mais uma vez adiada pelo legislativo. O governo considera insustentável a situação das finanças públicas, caso não ocorra com urgência esta definição. No PDT, o caso é mais curioso: o partido decidiu em abril deste ano deixar o governo. Passou a assumir discurso e postura de independência em relação à base governista. Mas esqueceu de entregar os cargos de confiança.

Deixar uma resposta

O Blog de Flavio Pereira