Órgãos ambientais do RS mantém fiscalização,adaptando-se à pandemia.

 

Os órgãos responsáveis pela fiscalização ambiental que atuam de forma integrada no Rio Grande do Sul, mantiveram a rotina de trabalho,mediante adaptações para proteção dos servidores durante o periodo da epidemia do coronavírus, Na viatura da Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema), embora o número de integrantes esteja reduzido em até três pessoas, o espaço ainda reserva boas conversas. Na Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam), as ações de fiscalização e atendimentos de emergência ambiental também seguem ocorrendo com medidas extras de segurança.

Juntamente com os materiais de trabalho, nos veículos e na rotina dos trabalhadores, foram incluídos equipamentos de proteção individuais (EPIs): máscaras, luvas, óculos e álcool em gel. O distanciamento social deve ser respeitado tanto no deslocamento, dentro dos veículos, como durante a fiscalização.

Deixar uma resposta