Operação Lava-Jato já repatriou quase R$ 1 bilhão em 60 países, de volta ao Brasil.

O grande esquema de corrupção na Petrobras, que os esquerdopatas dizem que nunca existiu, e desvendado pela operação, se especializou na evasão de divisas para o exterior. Brasil já recuperou R$ 846 milhões. As apurações se espalham por mais de 60 países e desbaratam técnicas de lavagem de dinheiro em paraísos fiscais.

Entre 2004 e 2014, o gigantesco esquema de corrupção que se formou em torno da Petrobras cresceu de maneira impressionante até que se estruturou em uma megaorganização. Divididos em núcleos dedicados às áreas de finanças, pagamento de propina e de cooptação do setor político, a quadrilha propiciou o desvio de tanto dinheiro que ficou difícil esconder das autoridades brasileiras o que estava acontecendo. Além de garantir o prosseguimento das ilegalidades, os criminosos tinham como desafio ocultar os recursos. Foi aí que surgiu o braço internacional do esquema. Por meio de uma rede profissional de lavagem de dinheiro e ocultação de divisas, os envolvidos enviaram quantias para mais de 60 países.

Deixar uma resposta