O PESO DOS INATIVOS NA FOLHA DO RIO GRANDE DO SUL

O projeto de orçamento do Estado para 2020 aprovado pela Assembleia Legislativa deixa claro o descompasso das despesas entre servidores ativos e inativos. Dos valores destinados à folha da área da Segurança Pública, 70% (R$ 7,2 bilhões) é reservado para os servidores inativos. Entre professores e funcionários de escolas, o quadro é semelhante: os R$ 8,2 bilhões da Educação, 61% (R$ 4,9 bilhões) são para aposentados. As duas áreas respondem por cerca de 80% dos vínculos entre ativos e inativos.

Deixar uma resposta