No Rio Grande do Sul, PT e PSOL ajudam governador tucano a aprovar aumento de impostos.

A base do governador Eduardo Leite mostrou que é boa apenas na hora de ocupar cargos. Quando se trata de assumir medidas antipáticas, abandonam o governador. Nesta terça-feira (12), à exceção do PTB, todos os partidos da base do governador Eduardo Leite não conseguiram dar os votos necessários para a aprovação ontem, do chamado projeto do ICMS.
O governo não conseguiu aprovar a redução gradual do imposto no decorrer dos próximos quatro anos. O texto-base do projeto foi aprovado por 28 a 25 mas prorrogando por apenas um ano a vigência do projeto.
A aprovação aconteceu graças aos apoios da deputada Luciana Genro do PSOL, dos oito deputados da bancada do PT, e do deputado Juvir Costela do MDB, que deixou a Secretaria dos Transportes para retornar ao legislativo. Sua suplente, Patrícia Alba havia anunciado que votaria contra o projeto.

Deixar uma resposta