NÃO É TRANQUILA SAÍDA DE WAMBERT

Embora suas razões tenham sido acolhidas esta semana pelo Tribunal Regional Eleitoral,o vereador de Porto Alegre Wambert Di Lorenzo, que consultou a possibilidade de deixar o PROS sem perda do mandato com a concordância do presidente do partido, a situação não parecer tranquila.

Como no Tribunal Superior Eleitoral esta questão, que envolve eleição proporcional – onde o voto de toda coligação garante as vagas – ,existe a possibilidade do suplente Gilson Padeiro,do PPS, reivindicar com alguma possibilidade de êxito, o mandato de Wambert.

Deixar uma resposta